terça-feira, 28 de julho de 2009

Peace Cup 2009

A filosofia do FC Porto é inequívoca: qualquer competição em que participe é para ganhar! É nesta base que todos nós, portistas, aprendemos desde sempre a assentar a nossa perspectiva do futebol e da própria vida e é neste sentido que esperamos que a participação do FC Porto na Peace Cup se traduza na conquista do troféu.
Esta competição reúne várias equipas de renome internacional, entre as quais se destacam os nomes do Real Madrid, Sevilha, Juventus, Lyon e, obviamente, FC Porto. Pela qualidade dos participantes, é uma prova que irá constituir um exigente desafio e, consequentemente, um excelente teste às capacidades da nova equipa com que o nosso clube irá tentar conquistar o tão desejado Penta-campeonato.
Não quero deixar, no entanto, de fazer dois comentários em jeito de crítica: primeiro, pela fraca adesão do público espanhol. Não obstante a publicidade realizada em torno do evento, as bancadas dos estádios têm apresentado um aspecto desolador. Segundo, para as arbitragens. É natural que os árbitros não tenham a intenção de estragar o espectáculo desatando a puxar dos cartões por tudo e por nada em jogos amigáveis, ainda para mais quando se trata de uma competição com um nome tão filantrópico. Isso não significa, contudo, que tenham a obrigação de fechar os olhos a tudo o que ultrapassa os limites da virilidade, uma situação a que os organizadores deveriam estar atentos em defesa da integridade física dos jogadores, pois seria de todo lamentável que o início da próxima época fosse prejudicado por lesões perfeitamente evitáveis.

Sem comentários:

Enviar um comentário