domingo, 20 de setembro de 2009

Vaca de uns, galo de outros

Muitas vezes, os golos mais bonitos, os que levantam multidões nos estádios e ficam na memória dos adeptos, são aqueles que os seus autores não tinham intenção de marcar. Alan pode passar os próximos dez anos da sua vida a tentar repetir o golo que marcou ontem ao FC Porto e, provavelmente, nunca o conseguirá. Aquilo que não deveria passar de mais um centro para a área, previsível e inconsequente como foram todos os outros que fez durante a partida, transformou-se, graças à intervenção do acaso, num belo presente para o jogador aniversariante e para os adeptos do Braga. Se se tratasse de bilhar às três tabelas, estaríamos perante uma jogada de campeão, mas, tratando-se de futebol, não passou daquilo que, no calão popular, se designa… uma grande vaca. Uma vaca que, graças ao histerismo que provocou na classe jornalística alfacinha, se arrisca a ser eleito como o golo da semana ou até mesmo da época. Nada a que não estejamos habituados, vindo de quem vem. Resta agora ver se a vaca do Braga vai continuar a dar leite ou se se esgotou nos jogos com o FC Porto e o Sporting.

Sem comentários:

Enviar um comentário