quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

A Luz ao fundo dos túneis

No decorrer desta época futebolística, foram já várias as vezes em que ocorreram graves distúrbios nos túneis dos estádios. Ora, se por um lado é verdade que estes distúrbios ocorreram de Norte a Sul do país, não é menos verdade que todos eles tiveram um denominador comum: o SLB. É claro que, para quem acredita em coincidências, tal facto não deverá passar de um mero acaso, de um pontapé na lógica, de uma excentricidade do destino. No entanto, ninguém que tenha um par de olhos na cara poderá deixar de reconhecer que começa a ser demasiado evidente a existência de uma ligação directa ao clube da Luz.
Depois do Leixões, do Braga e do Olhanense, chegou a vez do FC Porto se ver confrontado com um caso, ocorrido no túnel da Luz após o jogo com o Benfica, que envolveu Sapunaru e Hulk e do qual resultou a suspensão dos dois jogadores, hoje anunciada pela Liga. O árbitro já fez saber através do seu relatório que a situação foi despoletada por uma provocação de um "Steward" aos jogadores portistas, algo que não justifica a reacção dos jogadores mas que explica muita coisa.
Veremos pois no que isto vai dar mas, não sei porquê, estou com a mesma sensação que tive quando o Diabo de Gaia invadiu o terreno de jogo para ir agredir o juiz-de-linha. Algo me diz que o tal "denominador comum" vai passar incólume por mais esta situação, ou não estivesse a decisão nas mãos do digníssimo dr. Ricardo Costa.

9 comentários:

  1. Caro amigo

    Desejo-lhe do fundo do coração um Santo e Feliz Natal.

    Abraço

    Alexandre (http://adepto-benfica.blogspot.com)

    ResponderEliminar
  2. Quando se refere a pontapé na lógica, deve-se estar a referir ao pontapé na cabeça do adversário do Bruno Alves que ainda hoje não foi alvo de penalização...
    Ou está a referir-se ao 2 jogos de penalização que deram ao Cardozo quando pelas imagens se vê claramente que ele em momento algum agride qualquer jogador do Braga? Por coincidência, o Benfica nos dois jogos que teve de fazer sem o Cardozo, teve dificuldades de concretização... Pudera... o melhor marcador do campeonato estava castigado...

    Não sei que idade o Sr. terá, mas eu recordo-me perfeitamente de ver um jornalista em pleno relvado da Antas a ser agredido por sócios do Porto (transmitido em directo pela TV) e nada aconteceu...

    Ou então um jogo nas Antas em que decidiram colocar cocó (isto para não chamar o nome feio) no balneário do Benfica. O cheiro era tão mau que a equipa decidiu equipar-se no corredor...

    Tenha juizo antes de escrever estas alarvidades...

    ResponderEliminar
  3. "Tenha juizo antes de escrever estas alarvidades..."

    Quando uma pessoa é confrontada com casos actuais ocorridos na presente época e responde com casos antigos, dá um tiro no próprio pé por duas razões:

    1) Porque demonstra que não possui argumentos para justificar os casos presentes em análise, necessitando de se refugiar em casos antigos para desviar as atenções.

    2) Porque, ao fazê-lo, estabelece uma comparação e, consequentemente, um paralelismo entre os casos actuais e os do passado. Ora, se os do passado mereceram a sua reprovação na altura em que ocorreram, parte-se do princípio que os actuais, sendo semelhantes, também mereceriam, você é que não possui a verticalidade moral e a firmeza de carácter para o fazer.

    ResponderEliminar
  4. Falando em denominador comum, não existe também "algo" do FCP em todos os casos, até o próprio FCP no ultimo caso?
    Em 14 jornadas o "denominador comum" SLB só teve problemas com as equipas com influência do FCP. Porque será?
    Se efectivamente o SLB fosse o "denominador comum" teria de ter havido problemas em 14 jornadas, mas não, só houve problemas com as "amizades" do FCP.
    Afinal qual é que é o denominador comum?

    ResponderEliminar
  5. Eu conheço perfeitamente essa tendência benfiquista de catalogar de "Porto B", "Porto C" e "Porto D" todas as equipas que, de alguma forma, apresentem qualquer ligação ao FC Porto, por mais ténue que esta seja. Esta postura reflecte a mentalidade tipicamente benfiquista de "quem não está do nosso lado, está contra nós" e só vem demonstrar a falta de respeito que o Benfica nutre por tudo aquilo que não orbita à sua volta e escapa ao seu domínio.

    ResponderEliminar
  6. Ainda bem que reconhece as ligações "tenues".
    Reitero a pergunta, afinal o denominador comum são as ligações "tenues" e não o SLB, certo?

    ResponderEliminar
  7. As "ligações ténues" a que eu me refiro resumem-se simplesmente ao facto da Académica e do Olhanense serem treinadas por dois antigos jogadores portistas. Sinceramente, acho que só na cabeça dos teóricos da conspiração é que tal facto poderá constituir uma justificação para os incidentes registados em vários estádios e envolvendo sistematicamente a equipa do Benfica (ainda para mais se atendermos a que não foram pessoas ligadas ao FC Porto que motivaram as cuspidelas do DiMaria e outras provocações da parte dos encarnados que as imagens documentaram).

    ResponderEliminar
  8. No caso das cuspidelas, não há desculpa, seja de que clube for!
    No entanto não deixa de ser estranho só ter havido no Braga, esqueceu-se do Domingos, e nos jogos já referidos.
    Quanto ao dominio do Benfica, ou não existe ou tem dominado mal.
    Quanto à falta de respeito, eu não chamo carneiros aos Portistas de fora do Porto, e não invento desculpas de ganhar, para justificar os simpatizantes do FCP fora do Porto.
    Por ultimo quem está contra alguém, é você, contra Lisboa e o Benfica.
    Já agora não se esqueça do Sporting e do Belenenses, também são de Lisboa, para além do Atlético, Oriental e o Olivais e Moscavide.
    Por mim gosto do Porto que visito regularmente e espero que o FCP se liberte das más influências que teimam em continuar, assim como espero que o Boavista e o Salgueiros voltem a aparecer.
    Como vê, também em Lisboa muitos clubes desapareceram da 1ª Liga atendendo a problemas economicos, não é só um fenomeno exterior a Lisboa.

    ResponderEliminar
  9. "No caso das cuspidelas, não há desculpa, seja de que clube for!"

    Pois. Não há desculpa para as cuspidelas, como aconteceu em Braga. Não há desculpa para os incidentes provocados pela claque do Benfica em Olhão. Não há desculpa para as provocações do "steward" do SLB na Luz. Enfim, não há desculpa para nada disso. Mas depois, a culpa nunca é do Benfica. É dos outros, incluindo daqueles que nem estavam presentes.

    ResponderEliminar