sábado, 16 de janeiro de 2010

Golo anulado, apito encarnado

Este é um campeonato de coincidências. Pelo menos, é disso que a máquina propagandista lisboeta nos tenta convencer. Mas, digam eles o que disserem, o golo anulado ao Falcão ultrapassou os limites da mera coincidência. Não apenas pelo facto de ser o terceiro golo anulado em dois jogos consecutivos, não apenas pelo Falcão estar um metro atrás da linha da defesa no momento do passe, não apenas pelo facto de haver dois jogadores do Paços a colocar o avançado em posição legal, mas porque ficou provado que os árbitros não agem em conformidade com a lei (que até foi feita para sua protecção, refira-se). Dizem os regulamentos que, em caso de dúvida, beneficia-se o avançado. Mas, como disse Jesualdo Ferreira, em Portugal reinventaram a regra: em caso de dúvida, prejudica-se o FC Porto. É tão simples como isto.
Amanhã, com Lucílio Baptista em Coimbra e João Ferreira nos Barreiros, os erros vão continuar, sempre em benefício dos mesmos. Coincidências, dirão eles uma vez mais, protegidos que estão pela postura solidária da imprensa que, com sempre, salientará apenas aquilo que interessa na perspectiva encarnada e a passividade das autoridades que vão assobiando para o ar fingindo que nada do que se está a passar justifica a abertura de um processo de investigação, nem mesmo quando é o próprio presidente da Comissão de Arbitragem a reconhecer publicamente que os seus filiados não estão a garantir a imparcialidade no futebol.

4 comentários:

  1. Se for em Coimbra não faz mal, afinal o Braga do Domingos até é da cor! O Benfica é que não, esse é que não! Vai de retro Satanás, carago!

    ResponderEliminar
  2. engraçado que no jogo da primeira volta o porto ganhou um ponto porque anularam um lance semelhante ao paços no último minuto... e a expulsão do tipo do paços? há que perceber que os árbitros são maus, mesmo os que o vosso presidente recebe em casa!

    ResponderEliminar
  3. Joguem à bola... Pentas e Hexas são mais difíceis quando não há Calheiros e Paixões, mas podem tentar jogar um bocadinho mais!

    ResponderEliminar
  4. Há um facto que é positivo os adeptos do FCP agora já são grandes especialista em arbitagens e conhecem as leis todas, aconselhe-os por isso a verem imagens de jogos de outras época e verem com os próprios olhos, à luz dos conhecimentos que agoram adquiriram sobre arbitagem, o que eram verdadeiros escândalos e onde o que era normal era em caso de dúvida beneficiar-se o FCP.

    ResponderEliminar