domingo, 17 de janeiro de 2010

O mal não dorme nem nos dá descanso

As imagens televisivas do jogo disputado entre o FC Porto e o Paços de Ferreira não deixam margem para dúvidas: o árbitro teve influência directa no marcador ao anular um golo limpo de Falcão por alegado fora-de-jogo que, pura e simplesmente, só existiu na cabeça do juiz-de-linha. Ora, dado o discurso do Pinto da Costa que, a meio da semana, exortou o Governo a abrir um processo de investigação sobre o que se passa no futebol português, aliado ao reconhecimento do próprio presidente da Comissão de Arbitragem de que os árbitros não estão a garantir a imparcialidade nos jogos, este erro grave do árbitro Rui Costa em claro prejuízo dos Dragões não veio nada a calhar para aqueles que, sentindo-se na mira das acusações, trataram de menosprezar e achincalhar as palavras do presidente portista. Não é de estranhar, portanto, que os mesmos não tenham perdido tempo a procurar casos no jogo do Dragão que permitissem desequilibrar a balança para o seu lado, tentando passar a ideia de que, afinal, o árbitro beneficiou os portistas e não o contrário como as imagens evidenciam.
Sendo assim, poucos minutos depois do término do jogo, eis que surgiu num determinado canal televisivo do MEO uma campanha que procurava passar a ideia de que o golo marcado pelo Falcão fora obtido com a mão. Já dizia Goebbels, ministro da propaganda nazi, que uma mentira repetida muitas vezes torna-se verdade aos ouvidos do povo, logo, a campanha rapidamente fez eco em vários sites benfiquistas da blogosfera que trataram imediatamente de divulgar a falácia, obviamente com o objectivo de manipular as mentes mais simplórias levando-as a acreditar em mais uma "verdade goebbeliana" à moda de Lisboa.
Na realidade, apesar das imagens disponíveis na Internet não serem nítidas, pode constatar-se com toda a facilidade que, no momento em que Falcão cabeceia a bola, o seu braço direito encontra-se posicionado abaixo do nível da bola e ligeiramente afastado para a direita desta.

Fica assim uma vez mais denunciada a desonestidade e má-fé desta gente cuja existência parece ter um único objectivo: a obsessiva busca de motivos para atacar o FC Porto e a destruição do futebol português com a implementação de um clima de guerrilha constante. Lamentavelmente, há órgãos de comunicação social que, por interesses comerciais, políticos ou por simples subserviência ao poder instalado, alimentam a polémica, havendo mesmo os que chegam ao cúmulo da hipocrisia de ir perguntar aos jogadores do Paços de Ferreira o que acham do lance, quando toda a gente sabe muito bem quem foi o verdadeiro autor desta falácia. Estavam assim tão preocupados com a opinião dos jogadores? Então por que motivo não foram também perguntar ao Falcão já que ele, melhor do que ninguém, saberá o que fez?
É graças à influência nefasta desta máquina propagandista montada em nome dos interesses do lobby lisboeta que este lance, que à partida não deveria merecer discussão, se arrisca a tornar-se em mais um caso estéril e interminável, a exemplo de um certo "golo fantasma" que até hoje ninguém conseguiu provar que entrou de facto na baliza de Vítor Baía mas que muitos insistem em dizer que sim com a mesma convicção daqueles que afirmam que já viram ovnis a pairar sobre o pinhal de Leiria.

21 comentários:

  1. Afinal, que credibilidade merece PC?
    Arranja companhia em casas de alterne e expoe a companhia publicamente no meio de claques cadrastadas em estádios de futebol.
    Cria uma falsa imagem de pessoa de bem com casamentos de fachada.
    Disputa a liderança da criminalidade em Portugal com os piores passando boa parte da vida em tribunais.
    Vai à televisão alegar uma pretensa supremacia do Porto sobre Lisboa porque no Porto não se pagam as travessias das pontes, porque os Portuenses não deixam.
    Depois queixa-se que os Lisboetas é que têm tudo e que os Portuenses são prejudicados.
    Acusa a imprensa de Lisboa mas esquece-se da imprensa do Porto que só não vai mais além porque precisa de vender, e por muito que doa, as noticias dos clubes de Lisboa vendem mais que as noticias do FCP.
    Citando o autor do blogue, na utilização do termo chico-espertismo, o maior chico-esperto pelos motivos indicados é PC.
    Já agora que o Porto é que é maior, o resto é conversa, escapem lá agora às portagens da A28 e afins.

    ResponderEliminar
  2. "Afinal, que credibilidade merece PC?"

    Mas será que você é assim tão cego que não vê que a opinião do Pinta da Costa é o que menos importa nisto tudo? Durante quanto tempo vamos continuar a ouvir os hipócritas como você, vendidos ao serviço dos interesses de Lisboa, a desviar as atenções daquilo que é realmente importante? E as outras pessoas que tem levantado a voz em protesto contra a situação paupérrima em que Portugal se encontra, também não têm credibilidade, são todos criminosos, são todos chicos-espertos? Só você é que é o esperto, o inteligente que acha que estamos no caminho certo e que Portugal tem um grande futuro à sua frente! O problema do país é o Pinto da Costa porque, esse sim, esse é que destruiu Portugal e o levou a cair no buraco sem fundo onde se encontra! Tenha vergonha na cara! É você mesmo que reconhece que é de uma das mais pobres regiões de Portugal e é o primeiro a reconhecer que a sua região vive muito abaixo do nível de vida de Lisboa. Abra os olhos em nome daqueles que vivem na sua terra e que pagam a cada dia que passa pela política vergonhosa da Capital que absorve para si o grosso da riqueza nacional em detrimento do resto do país. A sua subserviência aos interesses lisboetas é uma demonstração clara de que você não passa de um pobre de espírito, uma vitima da lavagem cerebral que o Lobby Lisboeta lhe fez enchendo a sua cabeça de ideias pré-concebidas em prol dos interesses mesquinhos do caciques da Capital que vão enchendo os bolsos à custa de todos nós graças ao apoio que gente como você lhes oferece de mão beijada.
    A forma como você goza com os portuenses por causa das portagens só demonstra mesquinhez e falta de inteligência, ou não consegue perceber que esse argumento vem ao encontro daqueles que se revoltam contra as políticas miseráveis com que Lisboa rege os destinos das nossas cidades?

    ResponderEliminar
  3. entrei aqui por engano,,pensei que fosse de futebol,afinal é politica,mas acho estranho pelo look da sua pagina.Mas já que fala de politica..eu vivo em lisboa..e vejo com pena que a sua frustação futebolistica se mistura na lavagem ao cerebro, cujo mentor tem um nome..Pc.foi algo que fez escola,mas felizmente,as pessoas acordam..algumas.Este país como todos,não possui um grau de desenvolvimento uniforme em todas as regioes,a pobreza a luta pelo emprego,a fome os sem abrigos são a realidade das grandes cidades,e lisboa não escapa a isso.fala voce dos senhores da capital..
    pois talvez seja essa a sua dor,porque se a capital fosse no porto as decisões seriam tomadas aí,pelos mesmos senhores, com os mesmo desequilibrios,para o povo.Não se arme em divisor num país que se quer aberto, de todos.
    A sua linguagem..caciques,subserviencia,demonstra odio a uma parte do seu pais,se é portugues..como eu.
    Nunca voce podera condenar alguém que olha para este canto chamado portugal,como um todo,com todos os problemas existentes,mas o dever de um portugues é lutar para que todos tenham a mesma qualidade de vida.Porque o pais ainda não tem fronteiras internas como alguns gostariam,ainda somos um povo livre,onde podemos escolher onde viver ou trabalhar,no norte ou no sul.Mesmo quando existem aqueles que pensam pela cabeça dos outros.E quanto ao futebol,tome alguma coisa para afastar a má disposição.Tenham um bom dia

    ResponderEliminar
  4. golo mal anulado ao falcão, certo.Contra o paços e contra o leiria, certo.

    E a expulsão do central do paços? e a expulsão do guarda redes do leiria? Não tem influência?
    E os trezentos golos falhados pelos jogadores do porto?

    Erros há sempre. E sempre para beneficios dos três grandes. A diferença é q nos anos anteriores (pós apito dourado, dp do fim das trafulhices) o porto consegiu construir uma equipa q nao estava dependente da mediocridade q reina no sector da arbitragem. Este ano não. Os inúmeros disparates de contratações e de opções tácticas (tirar o fucile e pôr o guarin no ultimo jogo?!?o golo do paços alguma vez tinha acontecido com o fucile em campo?!?), tentam ser camuflados ou com erros de arbitragem ou com a estupida guerra norte-sul, q só existe na vossa cabecinha e q tanto vos prejudica no desenvolvimento como sociedade.

    O braga teve um penalty escandaloso no ultimo jogo e vcs falam sequer nisso? Ainda lhes emprestam o renteria. Que logica tem isto num clube seis pontos à vossa frente?! E alguém aí critica estes actos de gestão? No benfica como toda a gente sabe, é o clube de futebol com mais disparates feitos nos ultimos anos. Mas uma coisa q me orgulho é q houve sempre contestação desde o anónimo sócio até aos comentadores de televisão. No porto isso é impensável. Daí vcs hj em dia estarem limitados pela vossa teia.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  5. "E a expulsão do central do paços? e a expulsão do guarda redes do leiria? Não tem influência?"

    Qualquer erro dos árbitros, seja grande ou pequeno, tem influência no desenrolar da partida. Como tal, a expulsão dos jogadores do Leiria e do Paços são, obviamente, importantes. Mas há aqui algumas questões que eu gostaria que me respondesse:

    1) Acha que a expulsão do central do Leiria a um minuto do fim teve a mesma influência no desfecho do jogo que o golo mal anulado ao Falcão aos 24 minutos?

    2) Se é você mesmo que reconhece a existência de golos mal anulados ao FC Porto em vários jogos consecutivos, acha que aquilo que se está a passar se resume a uma mera coincidência?

    3) Se você mesmo reconhece que os erros sempre existiram para benefício dos grandes, como explica que, durante as últimas décadas de hegemonia portista no futebol português, os benfiquistas sempre tenham defendido que as vitórias do FC Porto se deviam aos árbitros? Mudaram agora de ideia ou acha que também nesse caso pretendiam disfarçar a frustração de serem incompetentes?

    4) Se é você mesmo que diz que os erros são sempre em favor dos grandes, acha justo vir agora falar do penalty assinalado a favor do Braga? E que importância tem um penalty mal assinalado a favor dos bracarenses quando todas as semanas ficam penalties e expulsões por assinalar contra o Benfica?

    5) Se você diz que se orgulha de existir contestação no Benfica, como explica que tenha sido nesse mesmo clube que se assistiu às agressões aos sócios que se opuseram às políticas do seu presidente em plena Assembleia Geral?

    6) Você sentiu-se orgulhoso ou envergonhado quando o Benfica foi fazer queixinhas à UEFA contra o FC Porto, na tentativa de roubar o lugar na Liga dos Campeões que os Dragões conquistaram ao vencer o campeonato?

    Fico à espera das respostas.

    ResponderEliminar
  6. "vejo com pena que a sua frustação futebolistica se mistura na lavagem ao cerebro, cujo mentor tem um nome..Pc."

    1) Só alguém muito ignorante e muito ingénuo pode acreditar que aqueles que defendem a Regionalização o fazem por influência deste ou daquele.

    2) A Regionalização tem a ver com maior justiça e equidade na distribuição da riqueza e dos fundos de investimento. Pretender alegar que Lisboa está ao nível do resto do país porque também tem pobrezinhos a pedir nas ruas é uma completa falta de seriedade.

    3) Se há gente em Portugal que se orgulha do seu passado e da História da sua cidade são precisamente os portuenses. Para qualquer "tripeiro", é muito mais importante e tem muito mais significado o facto de a sua cidade ter dado o nome ao país do que ser capital política do mesmo. Só os lisboetas, na sua incapacidade de verem aquilo que é realmente importante e compreenderem os motivos que movem as pessoas contra a política vergonhosa da capital que está a levar Portugal à derrocada, pretendem esconder-se por detrás do patético argumento de que tudo não passa de inveja.

    4) De facto, o dever de cada português é lutar para que todos tenham a mesma qualidade de vida, mas essa luta não se faz assistindo passivamente à implementação das políticas centralistas de Lisboa que insiste em desviar para si o grosso do investimento realizado em Portugal em detrimento das restantes regiões. Só os ingénuos continuam a acreditar nas falácias que os políticos nos tentam impingir, quando todos vêem que esse discurso bafiento só serve para manter os portugueses aglutinados em torno dos interesses mesquinhos da Capital.

    5) Afirmar que a Regionalização trará fronteiras internas a Portugal é uma mentira a que aqueles que pretendem manter o país no estado miserável em que se encontra recorrem para manipular as mentes simplórias do nosso povo. As fronteiras das regiões serão meramente administrativas, semelhantes às que já existem nos Distritos, e de forma alguma representarão qualquer tipo de divisão entre os portugueses. Incutir o medo às pessoas com falsos argumentos para as condicionar e manipular é uma táctica fascista a que muitos, infelizmente, ainda recorrem em Portugal.

    6) A Regionalização não iria dividir os portugueses. Pelo contrário, iria uní-los pelo facto de se sentirem iguais e com as mesmas oportunidades e responsabilidades, ao contrário do que se passa presentemente em que existem filhos e enteados. É claro que esta ideia não interessa ao lisboetas, por motivos óbvios.

    ResponderEliminar
  7. Em resposta às suas perguntas:

    1 - Óbvio q não. Mas um guarda redes expulso (o do leiria) aos 65 mint já tem mais peso, ou acha que não?

    2 - Existiram dois golos mal anulados ao porto, nao me custa admitir, não tenho problemas de visão. Não foram em vários jogos. Foram em dois. Óbvio que fizeram mossa. Claro que não existiu premonição. Resultam de incopetências de arbitragem. Assim como duas expulsões consecutivas e injustas a beneficiar o porto resultam dessa mesma incopetência.

    3 - Oiça, se pinto da costa admite em tribunal, que na véspera de um jogo com o sporting, se encontrou com o arbitro desse mesmo jogo, para falar de problemas pessoais, quer que os benfiquistas e os sportinguistas pensem que o vosso clube é honesto? Nâo façam de nós parvos. Se vcs querem acreditar que o dito encontro realmente foi p falar de problemas privados é com vcs.

    4) Primeiro, o jogo em q o benfica foi beneficiado (golo mal anulado por fora de jogo ao nacional e as ditas expulsões do david luiz e javi garcia) foram para a taça da liga. Nessa mesma jornada da taça da liga, o porto ganhou à académica com um penalty por assinalar escandaloso a favor dos estudantes mesmo no fim. Só q claro, o q vende é falar do benfica. Claro q uma pessoa com tanta raiva dentro do corpo como o senhor vai generalizar para todos os jogos do benfica, incluindo os da liga, até para os q ganhámos por 8 a zero mas isso já não depende de mim. E a importância q tem esse penalty dado ao clube protegido do porto - braga, é q permitiu q ele ficasse 6 pontos à vossa frente. Assim como na primeira volta frente ao maritimo, frente ao sporting foram por demais beneficiados mas vcs só vivem p ver os jogos do benfica portanto passa vos ao lado.

    5) Existe gente estúpida em todos os clubes ou acha q não? Assim de repente consigo identificar vários sócios do FCP como o macaco ou o bruno pidá q tão com problemas com a justiça. A diferença é q agente estupida do nosso clube não faz escoltas ao nosso presidente nem recebe subsidios. Já vcs nao podem dizer o mesmo.

    6) Como qq pessoa q zela por um futebol sem corrupção, sinto me extremamente orgulhoso por clubes como o benfica e o guimarães terem tentado repor justiça no q se passou durante anos. E não fomos só nós. Ou acha q os dirigentes do corunha, em relação ao famoso jogo das meias finas dps do dito encontro de pinto da costa não queriam tb ver isto td esclarecido? Acha q alguém em portugal, fora os adeptos do porto, acha q o porto chegou onde chegou por ser um clube honesto? É tudo uma cabala contra o grande jorge nuno? A carolina é uma pêga mentirosa mas o jorge nuno q frequenta bares de pêgas já é a vitima? Tenham juizo.

    Só uns comentários finais.

    Acho q vcs deviam tar mais preocupados nas constantes contradiçoes do vosso presidente q tanto diz q nao ha petroleo no porto e q a época foi bem planeada logo de inicio, como logo a seguir ta a ir as compras de jogadores; deviam tar preocupados com o estado das vossas contas, com tanto dinheiro q fazem em vendas, estarem quase em fal~encia tecnica como o slb e o scp que não venderam quase ng nem foram à champions, diz bastante do texas q são as vossas contas; deixem de ler o jornal o jogo, q como é óbvio, tem as opiniões muito inclinadas, especialmente nos lances de arbitragem do benfica; o jesualdo ferreira tá a mostrar o mediocre q é, ao deixar se ir na conversa brejeira de tar a ser prejudicado pelos arbitros, isso é para uma depto comum, não para o treinador; o david luis ja fez umas agressões valentes , assim como o bruno alves, basta ir ao youtube, nao se armem em santinhos.

    Vá, havemos de ter sempre opiniões contrárias, mas acredito q o q gostamos mesmo é ir ao estadio e ver um bom jogo de futebol e q no fim o nosso clube ganhe o jogo. E isso é o q importa.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  8. É óbvio que a expulsão do guarda-redes do Leiria teve influência no decorrer da partida, mas não foi um erro com influência directa no resultado. O mesmo já não se poderá dizer dos dois golos anulados ao FC Porto por fora de jogo muito discutível e o golo validado ao Leiria em idêntica situação. Se juntarmos essas situações ao golo anulado ao Falcão frente ao Paços e ao golo do Benfica na Luz que é claramente precedido de um fora de jogo indiscutível do Urreta (veja as imagens que eu apresento no meu blogue), acha que os portistas não têm motivos para considerar que isto já ultrapassou a mera incompetência?
    Ninguém tem dúvidas de que, se a posição dos clubes estivesse invertida, os benfiquistas estariam aos gritos a reclamar por outro Apito Dourado e os jornais lisboetas fariam eco da sua indignação. Mas como é o Porto a ser prejudicado e o Benfica lá vai cantando e rindo beneficiando todas as semanas de erros clamorosos de arbitragem (esta semana foi mais um penalty que ficou por marcar e um golo irregular por fora de jogo do Cardozo), vamos continuar a assistir semanalmente a esta pouca-vergonha, com as autoridades a assobiar para o ar fingindo que nada vêem. Houvesse verdadeira justiça neste país e o mesmo peso e medida para todos, com certeza que há muito teríamos um Apito Encarnado em Portugal.

    ResponderEliminar
  9. O encontro do Pinto da Costa com o árbitro na véspera de um jogo é algo inconcebível e inaceitável, seja por que motivo for. No entanto, não vejo que tal situação seja menos grave do que as jantaradas dos dirigentes do Benfica no restaurante O Sapo, em Penafiel, com árbitros e jogadores das equipas adversárias na véspera dos jogos. Recorde-se, por exemplo, que o treinador-adjunto do Estoril denunciou publicamente que José Veiga jantou com jogadores do Estoril na véspera do célebre confronto realizado no Estádio do Algarve, deixando no ar fortes suspeitas de aliciamento aos seus jogadores. E agora eu pergunto:
    1) Por que motivo tais denúncias nunca foram devidamente investigadas pelas autoridades?
    2) Por que motivo a Liga nunca abriu um processo de averiguação quando se sabia que José Veiga detinha em seu poder a maioria das acções do Estoril, tal como veio a comprovar-se no ano seguinte) e acumulava funções directivas em dois clubes da Primeira Liga, contrariando frontalmente o que dizem os regulamentos?
    3) Por que motivo as escutas telefónicas em que os dirigentes do SLB foram apanhados a encomendar árbitros ao Major e a pedir favores em troca de "beijocas" nunca foram alvo de um processo?
    4) Por que motivo as autoridades só tiveram interesse em colocar sob escuta o telemóvel do Pinto da Costa quando existiam fortes indícios de tráfico de influências e jogadas de bastidores por parte dos dirigentes encarnados?

    ResponderEliminar
  10. Os benefícios ao Benfica têm sido tantos no decorrer da época que os próprios benfiquistas não encontram argumentos para os negar. Por esse motivo, enveredaram por esse discurso de que o seu clube só é beneficiado na Taça da Liga, o que, obviamente, não passa de uma falácia facilmente desmascarada pela análise dos factos. Ainda assim, não há dúvidas de que a Carlsberg Cup (ou Lucílio Cup como muitos a designam por motivos óbvios) tem sido uma autêntica obscenidade. A pouca-vergonha assumiu uma proporção tão grande que a final da época passada, completamente manipulada por um indivíduo conhecido entre nós como Lucílio “Calabote” Baptista que há muito devia ter sido irradiado do futebol, acabou por ser apenas a cereja no cimo de um enorme bolo recheado de escândalos. De facto, como poderemos aceitar, como uma demonstração de mera incompetência, que um árbitro veja a agressão descarada do Luisão a um adversário e se limite a mostrar-lhe um simples cartão amarelo, poupando assim o defesa encarnado à expulsão e à suspensão por dois jogos?

    ResponderEliminar
  11. A tentativa de roubar o lugar do FC Porto na Liga dos Campeões à custa de queixinhas na UEFA nunca poderia ser motivo de orgulho para alguém que se diz sério. Essa obscenidade, disfarçada de luta pela verdade desportiva, não passou de uma tentativa infame, mesquinha e desonrada de tentar roubar, à custa de expedientes de secretaria, o lugar na Liga dos Campeões que pertencia, por inteiro mérito, ao FC Porto. Felizmente, a decisão do TAS e da CD da UEFA veio encerrar definitivamente uma das mais negras páginas do futebol português, escrita pela frustração e inveja de gente medíocre e pobre de espírito que, perante a incapacidade de obter resultados desportivos que sustentem os epítetos grandiosos com que tanto gostam de propagandear o seu clube, recorrem a esta verdadeira política de terra queimada para denegrir o mérito dos clubes alheios. Infelizmente, houve muita gente mentecapta, fanática, incapaz de discernir o que é correcto do que é incorrecto, que apoiaram os actuais dirigentes benfiquistas nesta obscenidade. Que direito moral tem essa gente para exigir agora respeito da parte daqueles que foram vítimas desse atentado imoral?

    ResponderEliminar
  12. Para além dos portistas, há muitas pessoas que, independentemente da sua filiação clubística, reconhecem o mérito das conquistas do FC Porto. Infelizmente, é raro encontrarmos exemplos de desportivismo no seio dos benfiquistas, simplesmente porque a filosofia benfiquista não admite nem aceita que outro clube lhes possa ser superior. E, tal como eu afirmei no meu artigo intitulado "Benfiquismo: o cancro da sociedade portuguesa", esse facto tem uma explicação:

    "Apesar do show-off que tanto gostam de alimentar, os benfiquistas mais jovens nunca viram o Benfica vencer nenhuma competição internacional, nunca sentiram a emoção de festejar nas ruas da sua cidade a conquista de uma Liga dos Campeões Europeus, não conhecem o orgulho de ver o seu clube atingir o topo do futebol mundial ganhando uma Taça Intercontinental. Os feitos gloriosos do passado longínquo são-lhes transmitidos por relatos na terceira pessoa e por imagens a preto e branco. Pelo contrário, os adeptos rivais da mesma idade já festejaram, por esta altura das suas vidas, vários troféus internacionais. Este facto choca frontalmente com a sua versão de “Glorioso”, “Colosso” e “Maior do Mundo”, suscitando invejas, frustrações e ódios que, por sua vez, originam a segunda influência mais nefasta do benfiquismo na sociedade portuguesa: a desvalorização do mérito alheio e a responsabilização de terceiros pelos erros próprios em absurdas e infantis teorias de conspiração."

    ResponderEliminar
  13. Os Benfiquistas mais jovens dispensam a tua preocupação!
    Independentemente de o Benfica ganhar ou perder, são Benfiquistas!
    Não são como os abrolhos do FCp que até a mãe vendem!

    ResponderEliminar
  14. Eu sou o anónimo das perguntas e respostas.

    Epah gostava muito de ter continuado a ler as tuas respostas mas a partir da altura em q dizes q o cardozo marcou um golo em fora de jogo contra o maritimo, parei como é obvio. Está tudo dito sobre o teu nivel de imparcialidade e seriedade. Ou então não sabes as regras do jogo. Já nem digo do penalty contra o benfica porque realmente existiu mas tb existiu outro escandaloso sobre o aimar. Mas lá está, isto de só ler o jornal O jogo tem q se lhe diga. Não evoluis assim..

    A do fora de jogo do urreta tb tem piada tem. Fomos beneficiados nesse jogo queres ver, espectáculo. Essa é nova p mim.

    Faz um post tb com o fora de jogo do cardozo deste jogo com o maritimo. Ou tenta pelo menos..


    Ao q isto chegou...

    ResponderEliminar
  15. "...a partir da altura em q dizes q o cardozo marcou um golo em fora de jogo contra o maritimo, parei como é obvio."

    Por acaso, o lance não foi com o Cardozo mas sim com o Ramirez. As regras são óbvias: se um jogador, encontrando-se apenas com um defensor entre ele e a linha de baliza, tiver influência no lance mesmo que não toque na bola, deve ser assinalado fora de jogo. Ora, atendendo a que o Ramirez estava na frente do guarda-redes e se desvia para deixar passar a bola, não me parece assim tão escandaloso que se diga que o lance é irregular, mas enfim. O rol de erros em benefício do SLB tem sido tão extenso que eu até me posso dar ao luxo de lhe oferecer o benefício da dúvida nesse.

    "Já nem digo do penalty contra o benfica porque realmente existiu"

    E só lhe fica bem reconhecê-lo, ainda que na sua resposta anterior não tenha tido interesse em referi-lo sequer.

    "A do fora de jogo do urreta tb tem piada tem."

    Sim, de facto tem piada. Eu também me riria se não fosse um erro tão evidente, aliás como as imagens comprovam.

    "Faz um post tb com o fora de jogo do cardozo deste jogo com o maritimo."

    Tal como eu afirmei no meu texto intitulado "Capital da violência e da impunidade", não vou aqui falar de erros de arbitragem passíveis de suscitar discussões estéreis que desviem as atenções daquilo que é verdadeiramente importante. Eu escrevi, isso sim, um longo artigo apoiado por imagens onde denunciei a passividade de Olegário Benquerença para com os jogadores benfiquistas no jogo com o Nacional a contar para a Taça da Liga. A verdade é que, de todos as respostas que obtive, ninguém conseguiu apresentar argumentos que neguem ou justifiquem os factos que eu referi, o que comprova que nem os benfiquistas conseguem encontrar uma explicação para uma vergonha daquele calibre. Ao que isto chegou, diz você muito bem.

    ResponderEliminar
  16. "Os Benfiquistas mais jovens dispensam a tua preocupação!"

    Não se trata tanto de preocupação mas sim de pena. Pena que essa gente jovem se deixe enganar e conduzir de forma tão passiva e subserviente perante a pressão da propaganda lisboeta que lhes impinge uma marca comercial chamada Benfica embrulhada num bonito papel de embrulho feito de epítetos sonantes. De resto, vivendo muitos desses jovens a centenas de quilómetros do Estádio da Luz, passam as suas vidas sem nunca porem os pés no seu clube e muitos deles nem sequer são sócios por falta de condições económicas. Essa situação nada interessa ao futebol português porque retira poder económico aos clubes de menor dimensão e, consequentemente, destrói a competitividade do campeonato. Vistas bem as coisas, nem o próprio Benfica retira grande proveito desse tipo de adeptos, excepto pelo espalhafato mediático e pelo facto de alimentarem uma imagem de grandeza fictícia que é suportada apenas pelo número de adeptos dada a falta de resultados desportivos que a justifiquem.

    ResponderEliminar
  17. Ter pena de alguém é o principio da falta de respeito!
    Mas também o que se pode esperar de quem é limitado?
    Claro que qualquer adepto jovem adepto do Sporting já terá outra classificação porque ... não é do Benfica! Simplesmente, só por isso.
    Quanto ao festejar na rua, os desgraçados que vivem no Porto nem podem festejar o campeonato porque os civilizados e educados adeptos portistas ... não deixam. E se a policia não vier, são agredidos.

    ResponderEliminar
  18. "Ter pena de alguém é o principio da falta de respeito!"

    É o seu ponto de vista. A minha perspectiva é a que vem no dicionário: Ter pena: sentir desgosto, tristeza, dó, compaixão.

    "Claro que qualquer adepto jovem adepto do Sporting já terá outra classificação porque ... não é do Benfica! Simplesmente, só por isso."

    Se você não tivesse a cabeça cheia de ideias pré-concebidas e lesse os textos antes de vir mandar "bocas" despropositadas e sem sentido, já teria percebido que eu defendo que cada pessoa deve, acima de tudo, apoiar o clube da sua terra, independentemente deste ser o Benfica, Sporting, Porto, Braga, Guimarães, etc. Já o disse várias vezes aqui no blogue e expliquei as minhas razões, só não percebe quem não quer.

    "Quanto ao festejar na rua, os desgraçados que vivem no Porto nem podem festejar o campeonato porque os civilizados e educados adeptos portistas ... não deixam"

    Não seja hipócrita! Sabe perfeitamente que esses "civilizados e educados adeptos" a que se refere são membros da claque e não representam a generalidade das gentes do Porto que até são conhecidas pela sua hospitalidade.
    Você fala demais e não pensa no que diz, ou será assim tão ingénuo a ponto de por as suas mãos no lume pelas actividades dos "civilizados e educados" membros da claque benfiquista? Com certeza não o fará, portanto, poupe-me dessa argumentação infantil, própria de discussões de taberna.

    ResponderEliminar
  19. Vai haver algum post sobre as escutas que puseram hoje no youtube?

    ResponderEliminar
  20. Era bom que entendesse que "defender o clube da sua terra" não implica atacar o clube das outras terras, ou no seu caso particular, um clube de uma terra.
    E não venha com justificações, porque nada justifica essa atitude.
    É a sua vez de ... pensar!
    Mas agora na anarquia em que vivemos qualquer um diz o lhe apetece e até alguns fazem o que querem!
    Apesar de Lisboa ser muito má e tudo dominar ainda permite isso!
    Se calhar até não é tão má, ou não é suficientemente má!

    ResponderEliminar
  21. "Era bom que entendesse que "defender o clube da sua terra" não implica atacar o clube das outras terras."

    Muitas pessoas assumem que estão acima de qualquer crítica de tal forma que interpretam qualquer comentário negativo como um insulto. Na verdade, se a arrogância não lhes tolhesse o pensamento e a percepção dos factos, perceberiam que são elas próprias quem frequentemente adoptam atitudes insultuosas para os que as rodeiam.
    Eu gostava de saber qual é a sua opinião sobre a tentativa do Benfica de roubar o lugar na Liga dos Campeões ao FC Porto através de queixas na UEFA. Pense bem no que vai dizer. Não se esqueça de que nada justifica determinadas atitudes.

    "Mas agora na anarquia em que vivemos qualquer um diz o lhe apetece e até alguns fazem o que querem!"

    Não imagina como concordo com esta afirmação. Principalmente num dia em que o Benfica publicou no seu site os links para as escutas telefónicas que alguém obteve de forma ilícita e colocou no YouTube. Já agora, o que pensa desse acto?

    ResponderEliminar