terça-feira, 2 de março de 2010

Ainda não acabou!

Aquela coisa patética que jogou em Alvalade com as camisolas do FC Porto vestidas não pode ser a equipa que, recentemente, despachou o Sporting da Taça de Portugal com uma goleada de 5-2. Aquela coisa absurda que sofreu três golos sem resposta não pode ser a mesma equipa que derrotou copiosamente o Braga por 5-1. Aquela coisa amorfa que fez um único remate à baliza adversária em 90 minutos de jogo não pode ser a mesma equipa que bateu o Arsenal por 2-1 na Liga dos Campeões. Infelizmente, para pesadelo de todos os portistas, aquela coisa é!
O FC Porto desta época tem esta particularidade: é capaz de passar do 8 ao 80 e vice-versa em pouco tempo e é esta irregularidade exibicional confrangedora que justifica a posição medíocre que ocupa na tabela classificativa a nove jornadas do fim do campeonato. O problema é que, quer se queira quer não, esta irregularidade está directamente relacionada com o cansaço inerente a uma longa época jogada em todas as frentes, com a necessidade de rodar o plantel e com a falta de soluções (ou alternativas) para determinadas posições do terreno. Nessa perspectiva, se por um lado é verdade que o plantel apresenta, desde o início, lacunas que a SAD foi incapaz de colmatar na reabertura do mercado, não será menos verdade que a equipa foi privada de utilizar um jogador cuja importância é sobejamente reconhecida em qualquer altura do campeonato, mas que se torna ainda mais evidente quando a equipa denota falta de frescura física. E isso, doa a quem doer, não poderá ser esquecido e muito menos passar em claro.
Nenhum adepto portista está habituado a perder nem atira a toalha ao chão antes de extinguir toda e qualquer hipótese de chegar à vitória. O campeonato ainda não acabou!

4 comentários:

  1. O FCP é uma equipa ao seu nível, mas como qualquer outra, ganha, empata e perde. E quando assim não acontece, algo está mal, como esteve muitas vezes em passados anos recentes. O fenomeno da irregularidade originou muitos campeonatos perdidos aos rivais do FCP. Voltando ao castigo, não há qualquer duvida sobre a boa aplicação do mesmo, se é muito ou pouco, haverá quem ache que é muito e outros que é pouco. De notar que no jogo com o Sporting também os jogadores do Sporting aguardaram que o FCP fosse para os balneários. Porque será? Agora já imitam o Benfica? Era por ser o FCP? O futuro o dirá!
    O campeonato ainda não acabou mas terá de haver um cataclismo no Braga e no Benfica para que o FCP tenha chances no campeonato e quiçá até a Liga dos Campeões.
    Enfim, nada que não aconteça às equipas normais quando agem normalmente segundo as regras, apesar de serem beneficiados umas vezes e prejudicados outras, como todas.

    ResponderEliminar
  2. "E quando assim não acontece, algo está mal, como esteve muitas vezes em passados anos recentes."

    Nos passados anos, o Porto também ganhava, empatava e perdia. A diferença é que a concorrência em Portugal era tremendamente fraca e irregular, tal como você próprio admite.

    "Voltando ao castigo, não há qualquer duvida sobre a boa aplicação do mesmo, se é muito ou pouco, haverá quem ache que é muito e outros que é pouco."

    Se as pessoas tiverem suficiente força de carácter para se distanciarem da clubite aguda que normalmente lhes limita a visão e lhes tolhe o discernimento, constatarão facilmente que o FC Porto não contesta a aplicação de castigos aos jogadores Hulk e Sapunaru (apesar de considerar a existência de factores atenuantes, como aliás foi reconhecido no acórdão da CD). O que está por trás da revolta e indignação dos portistas é o facto de Ricardo Costa ter aplicado os castigos com base numa moldura penal que resulta de uma interpretação falaciosa dos regulamentos. Na verdade, até uma criança consegue perceber que os Stewards não são, em circunstância alguma, intervenientes no jogo por motivos óbvios.
    Há que ter em atenção que, no caso do Conselho de Justiça da FPF dar razão ao recurso do FC Porto e reduzir a pena dos jogadores com base na moldura penal aplicável a situações de agressão a elementos não intervenientes no jogo, o FC Porto terá toda a razão em avançar com um processo de impugnação do campeonato, uma vez que terá sido ilegitimamente impedido de jogar com dois dos seus jogadores titulares em grande parte da época, com os consequentes prejuízos financeiros e desportivos que daí advieram. Caso tal aconteça, qualquer pessoa séria e que defenda a transparência terá de admitir que a verdade desportiva deste campeonato foi seriamente condicionada pelas decisões do CD e, como tal, reconhecer a razão ao FC Porto.

    "De notar que no jogo com o Sporting também os jogadores do Sporting aguardaram que o FCP fosse para os balneários."

    Tal como se pode facilmente constatar nas imagens do túnel da Luz, quer na época passada, quer esta época, os incidentes não aconteceram entre os jogadores das duas equipas, mas sim entre os jogadores do Porto e funcionários do Benfica. Isto significa que os responsáveis encarnados não tinham, à partida, nenhum motivo para atrasar a entrada dos seus jogadores no túnel, pois não era previsível que ocorressem quaisquer incidentes entre eles. A atitude da equipa encarnada levanta assim alguma suspeição, pois sugere que os dirigentes encarnados sabiam de antemão que se iria passar algo grave no interior do túnel, o que revela intencionalidade e premeditação.
    Além disso, você está a esquecer-se de que o Benfica ainda terá de vir jogar ao Dragão. Se, nessa altura, a equipa do Porto agir da mesma forma que o Benfica e o Sporting, ou seja, se atrasar a sua entrada no túnel, você também irá concluir que o FC Porto está a evitar o contacto com os jogadores da Luz ou, nessa situação, irá hipocritamente interpretar a situação de uma forma diferente?

    "O campeonato ainda não acabou mas terá de haver um cataclismo no Braga e no Benfica para que o FCP tenha chances no campeonato e quiçá até a Liga dos Campeões."

    Obviamente que sim. Mas, atendendo à patética suspensão de três meses aplicada ao Vandinho com base numa alegada "tentativa de agressão" que as imagens não documentam, não me admiraria absolutamente nada que esse "cataclismo" vá acontecer para os lados de Braga e tenha um nome: Ricardo Costa. Portanto, o Benfica pode ir encomendando as faixas de campeão, uma vez que tudo parece orientado para que o título vá para Lisboa. A não ser que o campeonato vá mesmo ser impugnado...

    ResponderEliminar
  3. Bons dias.

    Em primeiro lugar gostava de dar os parabéns pelo vosso blog, é sempre bom ver que a "bluegosfera" está activa, vibrante e sempre empenhada em levar o nome do nosso clube cada vez mais alto!

    Como autor de outro blog portista, gostava de vos pedir se concordam em trocar links entre os blogs (na secção de blogs similares, óbvio). De vez em quando vou revendo o panorama azul-e-branco pela internet e vou descobrindo sites que não conhecia, e vou adicionando à lista! Se pudessem fazer o mesmo comigo agradecia!

    Já agora aproveito para perguntar se conhecem o Porta19 e, caso conheçam, se têm comentários e/ou críticas! Ambos são bem-vindos!

    Um abraço,
    Jorge
    http://porta19.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Não são 9, são 8... e 11 pontos! Fica a actualização! :)

    Ah... e bom jogo fizeram no Emirates! 5... pffffff!

    ResponderEliminar