sexta-feira, 5 de março de 2010

Xico-espertismo à portuguesa

Segundo os jornais de hoje, duas jornalistas do semanário Sol, Ana Paula Azevedo e Felícia Cabrita, foram constituídas arguidas pelo Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) no âmbito de um inquérito da Procuradoria-geral da República. Recorde-se que o jornal Sol divulgou escutas do processo "Face Oculta" que estariam sob segredo de justiça, revelando um alegado plano do Governo para controlar a comunicação social.
Perante isto, eu pergunto: por que motivo não existiu a mesma preocupação da Procuradoria-geral da República em abrir um inquérito sobre os jornalistas que divulgaram as escutas telefónicas conexas ao Apito Dourado que se encontravam também sob segredo de justiça? Recorde-se que vários órgãos de comunicação social publicaram essas escutas escudando-se no facto das mesmas terem sido, algumas horas antes, disponibilizadas no YouTube por um anónimo. Ora, se isso serve como desculpa, então sugiro às jornalistas do Sol que, da próxima vez que quiserem publicar algo que esteja sob segredo de justiça, publiquem primeiro no YouTube sob uma falsa identidade, uma vez que isso lhes atribui automaticamente legitimidade para fazerem depois o que quiserem. É o chamado xico-espertismo à portuguesa com o qual as autoridades ainda não aprenderam a lidar.

20 comentários:

  1. Se as autoridades já tivessem aprendido a lidar com o chico-espertismo português, o porto estaria a jogar numa divisão inferior e os administradores todos presos. É o que teria acontecido em Itália ou França, países onde as autoridades já aprenderam a lidar com o chico-espertismo local.

    ResponderEliminar
  2. Todos sabemos que o chico-espertismo é tipico no Porto.
    Quem é o Chico-Esperto-Mor que já se veio gabar na televisão que no Porto não se paga portagens nas pontes porque eles não querem?

    Sim, porque Porto não é Portugal e eles estão-se a borrifar para leis e os respectivos orgãos de soberania que as fazem porque... são em Lisboa.

    Eles é que são os maiores... em corrupção e crime, claro!

    ResponderEliminar
  3. "Se as autoridades já tivessem aprendido a lidar com o chico-espertismo português, o porto estaria a jogar numa divisão inferior e os administradores todos presos."

    O mesmo se pode dizer do Benfica e dos seus dirigentes, Luís Filipe Vieira e José Veiga, depois de terem sido apanhados nas escutas telefónicas a encomendar árbitros ao Major e a pedir favores a troco de "beijocas", e que organizam jogos viciados no Algarve com equipas compradas através de empresas off-shore. E isto já para não falar no apoio que prestam a grupos terroristas que até se dão ao luxo de guardar droga e armas de guerra dentro do Estádio da Luz, tudo com a bênção das autoridades lisboetas, sempre tão preocupadas com a verdade desportiva acima do rio Mondego, mas tão cegas e passivas perante toda a podridão a que se assiste na capital do império ultramarino. Não fosse a promiscuidade que sempre existiu entre o Benfica e o poder político, e o clube da Luz teria muito a explicar perante a justiça.

    ResponderEliminar
  4. "Eles é que são os maiores... em corrupção e crime, claro!"

    Não há cidade em Portugal mais corrupta e mais criminosa do que Lisboa. Basta ver os processos Casa Pia e Face Oculta (dois dos maiores escândalos de que há memória em Portugal desde o 25 de Abril de 1974), os tiroteios constantes em bairros sociais da periferia, as atentados à bomba, as negociatas entre a CML e os clubes lisboetas envolvendo dinheiros públicos, as fraudes fiscais com a bênção do Governo, etc, etc, etc.

    ResponderEliminar
  5. Abre os olhos!
    Então e a noite Branca com o teu conterrâneo PIDÁ?
    E o Aleixo?
    E as negociatas entre a CMP e o FCP com que o Rui Rio acabou, porque com o Fernando Gomes e o Nuno Cardoso foram uma maravilha!
    E para culminar, a cereja no topo do Bolo: o FCP!
    A propósito, Face Oculta é da tua vizinhaça: Aveiro! E não te esqueças da Boavista e Gondomar. Tudo boa gente!
    Queres melhor?

    ResponderEliminar
  6. Corrupção há em todo o lado e em todos os países. Corrupção há em Itália em todo o país, mas APENAS no sul há a Máfia. A Máfia é corrupção ORGANISADA.

    Em Portugal há também corrupção mais ou menos em todo o lado. Mas apenas no Porto há corrupção ORGANISADA. Com o intuito de favorecer os clubes do norte, em particular, e os andrades, em particular.

    Como muito bem mostram as escutas. E como TODOS os portugueses já sabem, por mais que os andrades tentem branquear. Da fama NUNCA MAIS se irão livrar.

    E digo mais, ficaram conhecidos como os ANDRADES, depois de terem contribuido directamente, com comportamentos nada éticos, para o desaparecimento de um clube do Porto, o Progresso, se me não engano.

    A partir de agora, e para todo o futuro, os andrades passarão a ser conhecidos também como os CORRUPTOS. Um epíteto muito pior que andrades. Porquê? Porque nunca espiaram os crimes de corrupção de que são suspeitos e acusados. E essa nódoa NUNCA MAIS irá sair. Eu tinha vergonha!

    ResponderEliminar
  7. "Então e a Noite Branca com o teu conterrâneo PIDÁ?"

    Que eu saiba, o processo Noite Branca foi devidamente investigado pelas autoridades e os réus foram condenados pelos seus crimes. Onde está a semelhança com a pouca-vergonha que se passa com os processos Casa Pia e Face Oculta, onde existe todo um conjunto de movimentações políticas para safar os arguidos??? Vocês pactuam com esta fantochada e ainda têm a lata de dizerem aos outros para abrirem os olhos???
    O problema não está na existência de crimes, porque esses existem um pouco por todo o país. O problema está na impunidade com que certa e determinada gente actua, com a conivência das autoridades de Lisboa que fazem vista grossa a toda a podridão que se passa à vista de todos nós. Portugal está a caminhar a passos largos para o terceiro-mundismo e vocês são em grande parte culpados dessa situação porque, com a vossa passividade e subserviência aos poderes instalados, tornam-se cúmplices dos seus crimes!

    ResponderEliminar
  8. "Mas apenas no Porto há corrupção ORGANISADA."

    Leiam e aprendam:

    «O julgamento de elementos do núcleo duro da claque não legalizada do Benfica No Name Boys inicia-se na próxima terça feira, na 5.ª Vara Criminal de Lisboa, com 38 arguidos, dos quais três se encontram em prisão preventiva.
    Num julgamento com 16 processos conexos, os arguidos estão indiciados de associação criminosa, tráfico de estupefacientes, posse de armas, incêndio, venda ilegal de ingressos para eventos desportivos, dano com violência, roubo qualificado, ofensa à integridade física e arremesso de objectos.
    De acordo com o despacho de acusação a que a agência Lusa teve acesso, de 18 de Maio de 2009, os acusados praticaram crimes "minuciosamente planeados e executados com superioridade numérica e mediante a utilização de meios especialmente perigosos", em nome dos No Name Boys, que se auto-denominavam "Braço Armado do Benfica".
    No final desse ano (2008), mais de 30 pessoas foram detidas no âmbito da "Operação Fair Play", que permitiu a apreensão de armas brancas e de guerra, material pirotécnico e droga.»

    Sabem onde foram encontradas a droga e as armas de guerra? Nas instalações do Estádio da Luz!
    Mas o escândalo não fica por aqui:

    «Luís Filipe Vieira garantiu ao Ministério Público nem sequer reconhecer os No Name Boys, acusando a polícia e a segurança privada por mau controlo de armas e material incendiário nos estádios – mas a PSP, num relatório a que o CM teve acesso, arrasa o presidente do Benfica. Pode ler-se que Vieira reúne com a claque para lhes dar todo o apoio, deixando entrar as tochas nas bancadas da Luz; despede o chefe de segurança do clube por ajudar a PSP a identificar os criminosos – e almoça com o comandante da polícia para lhe pedir que "facilite" na presença policial junto dos No Name Boys. Muitos deles entretanto presos por droga, armas, roubos, incêndios e espancamentos a adeptos rivais.»

    E vocês pactuam com esta pouca-vergonha, apoiam estes terroristas e o mafioso do presidente do Benfica e, depois de tudo disto, ainda têm o descaramento de me vir dizer que não existe máfia em Lisboa??? Em que mundo é que vocês vivem???
    Pensem com a vossa própria cabeça! Leiam, investiguem, raciocinem! Não deixem que a corrupta imprensa lisboeta vos impinja o seu falso puritanismo, que não passa de uma fachada para aqueles que agem criminosamente com total impunidade aos olhos das autopridades, em nome dos interesses políticos e comerciais da capital! Não ponham as vossas mãos no lume pelos caciques de Lisboa que enchem os bolsos à custa da ingenuidade do povo português! Não sejam subservientes!

    ResponderEliminar
  9. Comparar claques com organizações mafiosas só de idiotas.

    As claques em Itália têm alguma coisa a ver com a Máfia? A Máfia é uma organização que, através de todos os meios ilícitos, tirar proveito económico e social a favor dos seus membros. Que é o que o Al Capone e a sua quadrilha tem feito no FCPorto durante todos estes anos, corrompendo tudo e todos.

    Quando começarem a esgravatar irão descobrir para onde foram parte dos 300 milhões que desapareceram como que por encanto, a favor de alguns e para pagamento de serviços para que ganhassem, não olhando a meios. O que está a fazer há 25 anos um proxeneta na administração de uma empresa cotada na bolsa?

    As claques são miúdos, que muitas são utilizados por pessoas sem escrúpulos, e que são levados a fazer coisas que não são legais. Isto de ter um "arsenal" como lhe chamam, não terá tanto significado nem será tão grave como andar a assassinar pessoas para poder dominar a noite, como acontece na noite do Porto. Isto sim é Máfia, uma organização mais refinada, que não tem sido possível desmontar. São os mesmos métodos que as máfias utilizam em todo o lado. O código do silêncio, um dos métodos mais eficazes das máfias, impera no Porto.

    As acusações feitas às claques do Benfica, podem ser feitas EXACTAMENTE a TODAS as outras claques, sem excepção. Aliás, a impunidade é tal que o chefe da claque andrade PUBLICOU um livro em que se gabava de todos os actos criminosos cometidos pelos seus acólitos. Por todos os sitos onde passaram. Digam-me qual é o país em que isso acontece? Só num país dominado por máfias é que isso é possível. Deviam era ter vergonha.

    Mas não se preocupem. Mais tarde ou mais cedo serão alcançados pelo vosso destino. Como todos os criminosos. O vosso tempo acabou. Irá haver choro e ranger de dentes. E eu vou-me deliciar observando à distância o castigo que todos os delinquentes apanham. Eu e todos os portugueses que têm andado há anos indignados com a vergonhosa situação.

    ResponderEliminar
  10. “Comparar claques com organizações mafiosas só de idiotas.”

    Idiotas são aqueles que, cegos pelo fanatismo e pela clubite doentia, não conseguem perceber que esta situação nada tem a ver com claques e que se deixam manipular ingenuamente ao ponto de permitir que a máfia lhes entre pela casa dentro com droga e armas de guerra.
    Foram os próprios arguidos que reconheceram em tribunal que, apesar de serem elementos dos No Name Boys, constituem um grupo autónomo que se auto-intitula “braço armado do Benfica”. Este grupo é acusado de associação criminosa, tráfico de estupefacientes, posse de armas, incêndio, venda ilegal de ingressos para eventos desportivos, dano com violência, roubo qualificado, ofensa à integridade física e arremesso de objectos, e está provado pelas autoridades que agem com conhecimento e apoio do presidente encarnado. Pactuar com esta pouca-vergonha e, ainda por cima, terem o descaramento de se outorgarem um exemplo a seguir pela juventude e sociedade em geral é mais do que simples hipocrisia: é uma demonstração de falta de vergonha na cara e de falta de responsabilidade cívica!

    Isto de ter um "arsenal" como lhe chamam, não terá tanto significado nem será tão grave como andar a assassinar pessoas para poder dominar a noite, como acontece na noite do Porto.

    Esse grupo de assassinos do Porto foi devidamente investigado pelas autoridades no processo Noite Branca e os arguidos foram condenados a penas pesadas. Não existe absolutamente nenhuma ligação entre esses criminosos e o FC Porto, pelo que é de uma desonestidade atroz insinuar sequer que tais ligações existem.
    Já no caso do “braço armado do Benfica”, foram provadas pelas autoridades as conexões entre os arguidos e o presidente do SLB. Como tal, os benfiquistas estão directamente implicados neste caso e não podem de forma alguma pactuar com essa situação, sob pena de se tornarem cúmplices de todos os actos criminosos que tal grupo tenha perpetrado ou possa perpetrar no futuro em nome do clube e com a bênção do seu presidente. Por outras palavras, caso essa máfia venha a cometer futuramente algum crime grave, você e os seus correlegionários não poderão alegar que não estavam devidamente avisados para o que se estava a passar debaixo do vosso tecto, sendo portanto co-responsáveis morais pelos crimes cometidos.
    Em Lisboa, assistimos continuamente a todo o tipo de criminalidade que acontece impunemente à vista de todos os portugueses. Pontualmente, alguns desses crimes dão origem a casos jurídicos que, graças a movimentações políticas, se transformam num espectáculo degradante que se arrasta durante meses ou anos nos tribunais até serem arquivados sem qualquer condenação e a opinião pública se esqueça deles. Existe claramente um lobby político e económico que visa proteger determinados interesses instalados e não tenha dúvidas de que o Benfica é um deles. Só alguém muito ingénuo pode acreditar que o facto de Vale e Azevedo ter sido preso exactamente um dia após ter perdido as eleições do Benfica foi uma mera coincidência. Da mesma forma, não é difícil de prever que o actual dirigente encarnado só será alvo de qualquer acção por parte das autoridades quando deixar a presidência do clube, de forma a salvaguardar o mesmo de qualquer prejuízo.

    ResponderEliminar
  11. Mais do que desonestidade, assumir-se como benfiquista é demonstrar uma completa falta de dignidade e de honra, pois nenhum português que se preze pode aceitar que um clube se dê ao luxo de andar dois anos a roubar Portugal numa fraude fiscal gigantesca que ascendeu os 2 milhões de contos para, no final, sair completamente impune graças à promiscuidade com o poder político. Nenhum cidadão que se diz sério pode apoiar um clube que é, por si só, a imagem visível de um sistema político corrupto!

    ”E eu vou-me deliciar observando à distância o castigo que todos os delinquentes apanham.”

    Se você fosse uma pessoa séria como alega ser, nunca apoiaria um clube com o historial de corrupção, manipulação de resultados, fraude fiscal e violência como o Benfica, simplesmente porque benfiquismo e honestidade, honra ou dignidade são conceitos que não encaixam na mesma personalidade.
    A atitude sobranceira e arrogante com que se coloca na posição de mero observador é fruto das muitas décadas de impunidade com que os benfiquistas se habituaram a ver o Benfica agir em Portugal, protegido pelas suas relações promíscuas com o poder político, mas também para vocês haverá de chegar o fim dessa pouca-vergonha.
    O FC Porto foi alvo de muitos ataques movidos por Lisboa, incluindo uma tentativa obscena de roubar o lugar na Liga dos Campeões que justamente conquistou dentro das quatro linhas. Sobreviveu a tudo e foi ilibado de todas as acusações nos tribunais civis. A única condenação proveio da CD da Liga, um antro de mafiosos liderados por um cão amestrado do Vieira que há muito perdeu a face perante o público, ao vir insultar a inteligência dos portugueses tentando convencê-los de que os stewards passaram a ser intervenientes no jogo, numa clara reinvenção das regras do futebol com o objectivo de suspender os jogadores das equipas que fazem frente ao clube do regime. Também esse terá a sua vez. Veremos se não será já no final desta época.

    ResponderEliminar
  12. Todas as conquistas desportivas do Benfica na última década ficaram manchadas por escândalos de manipulação da verdade desportiva. Há 5 anos atrás, foi o "Campeonato da vergonha I", em que valeu todo o tipo de subterfúgios para levar o Benfica ao colo até ao título, desde a inscrição ilegal de jogadores, arbitragens inqualificáveis, processos sumaríssimos aplicados a dedo, até àquela obscenidade que foi o jogo realizado no Algarve com um clube satélite adquirido através de empresas off-shore e que era propriedade de um dirigente do SLB. Na época passada foi a Taça da Liga, já conhecida por todos como a Lucílio Cup, uma competição que caiu completamente no descrédito graças à forma despudorada como o Benfica tem sido autenticamente levado ao colo por arbitragens inqualificáveis. Já esta época ficará na memória de todos como o "Campeonato da vergonha II", graças à influência directa que as inacreditáveis decisões da CD da Liga tiveram no normal desenrolar da competição. Você, arrogantemente, pode pensar que os portugueses andam todos a dormir ou que pactuam todos com esta vergonha, mas desengane-se. Cada vez são mais os que se sentem revoltados ao assistir a esta vergonha e é apenas uma questão de tempo até que o benfiquismo venha a responder perante a barra dos tribunais por todo o mal que anda a causar ao país.

    ResponderEliminar
  13. Caro amigo Portista, parabens pelo excelente blog! Ao ler os seus inumeros artigos é como se estivesse a ler o meu próprio pensamento. Parabens por expor estas verdades de formas tão concisas e tão bem explicadas, diria mesmo um autentico serviço público. Obrigado.

    ResponderEliminar
  14. Oh Grunho!

    Tornaste a empatar!

    Vais perder!

    Também foi o Benfica, concerteza!

    ResponderEliminar
  15. O que é definie? és brasileiro?
    Se época de ouro do benfica tivesse sido nos ultimos 30 anos e com o acesso as tecnologias de hoje, provavelmente estarias tu ler mensagens como a que escreveste. É que a vossa historia não tem sombra de corrupção, é verdade, a vossa história é a própria corrupção.
    E não vale a pena a imprensa lisboeta não falar nisso, a verdade dos factos fala por si.
    Em corrupção, com vocês somos aprendizes.

    ResponderEliminar
  16. "O autor do blogue definie-se numa palavra: execrável."

    Todos me insultam, mas nenhum prova que estou errado.

    "Que há trafulhices no futebol EM TODOS OS CLUBES já nós sabemos..."

    Na sua perspectiva, se existem trafulhices em todos os clubes por que razão é que as autoridades de Lisboa só se preocupam em investigar o FC Porto e deixam os restantes passar completamente impunes?

    "as vitórias do Benfica são manchadas de escândalos nos utlimos 10 anos, o que que se pode dizer das vitórias do FCP nos ultimos 30 anos."

    Na sua perspectiva, um ladrão que rouba 30 euros é 3 vezes mais ladrão do que um que rouba 10 euros? E um ladrão que rouba 10 euros não merece ser preso porque existe outro ladrão que roubou 30 euros?

    "Será que alguém pode afirmar que as vitorias do FCP se deveram única e exclusivamente a mérito desportivo?"

    Na sua perspectiva, acha que as vitórias do Benfica na última década se deveram única e exclusivamente a mérito desportivo? Acha que as pessoas não têm legitimidade para porem em causa a justiça deste campeonato devido à influência directa que a CD teve no seu normal desenrolar, isto sem prejuízo de reconhecer que também houve mérito desportivo?

    "E não vale a pena dizer que é a imprensa Lisboeta, a sequência dos factos ocorridos fala por si."

    Na sua perspectiva, o facto de o FC Porto ter sido ilibado em todos os processos que decorreram nos tribunais civis não indicia que algo de muito estranho se passa na CD da Liga? E o facto do presidente da CD pretender convencer-nos a todos de que os stewards são intervenientes no jogo para justificar a decisão de aplicar uma moldura penal excessiva que afastou dois jogadores titulares do FC Porto dos relvados durante uma grande parte do campeonato, não indicia má-fé?

    ResponderEliminar
  17. "Todos me insultam, mas nenhum prova que estou errado."

    Você já é um erro completo!

    "em investigar o FC Porto e deixam os restantes passar completamente impunes?"

    Outros clubes foram e estão a ser investigados, o seu problema é o Benfica estar a ganhar e não ser investigado e ser condenado pela sua visão "justiceira" à FCP.

    "das vitórias do FCP nos ultimos 30 anos"

    O que conta é o principio e não a quantidade, o que é ridiculo é você vir para este blogue armar o FCP em santinho nos ultimos trinta anos.

    "Acha que as pessoas não têm legitimidade para porem em causa a justiça deste campeonato "

    Para se por em causa este campeonato, quantos é que não se teriam de por em causa nos ultimos trinta anos, e estou a referir-me alguns ganhos pelo FCP?

    "stewards são intervenientes no jogo para justificar a decisão de aplicar uma moldura "

    Se a decisão foi nesse sentido é porque há possibilidade de existir essa interpretação, razão pela qual há quem concorde e quem discorde, falo de especilaistas de direito desportivo. Claro que para jogar são precisos os jogadores e poucos mais, mas para se fazer um jogo é preciso muito mais gente.

    ResponderEliminar
  18. Você critica o chico-espertismo e é o paradigma dessa condição. Nunca o "li" criticar o FCP e a sua corrupta conduta, que o levou ao "sucesso" nos últimos trinta anos (LOL)! Prefere criticar as pessoas que expõem tais falcatruas.
    Explique lá essa condição de defender criminosos e querer prender os "policias", por favor!

    ResponderEliminar
  19. "Nunca o "li" criticar o FCP e a sua corrupta conduta"

    Eu já afirmei aqui no blogue várias vezes que, no dia em que o presidente do FC Porto for condenado pela justiça portuguesa por qualquer acto ilícito que tenha cometido em nome do clube, eu serei o primeiro a criticá-lo e a exigir a sua demissão.
    Ao contrário de si, que parece possuir a inocência e ingenuidade suficientes para pôr a sua própria mão no fogo pela credibilidade dos dirigentes do Benfica, eu não me assumo como advogado de defesa de ninguém. No entanto, porque respeito e acredito na justiça portuguesa, assumo como válidas e credíveis as decisões dos tribunais que consideraram o arguido Pinto da Costa ilibado de todas as acusações que lhe eram imputadas. Como tal, acusar o FC Porto de uma conduta corrupta e, ainda por cima, justificar com essa acusação o sucesso do clube a nível nacional e internacional, não só constitui uma demonstração de falta de seriedade, como um desrespeito total pelas decisões dos tribunais que, esses sim, têm o direito e o dever de condenar ou inocentar.

    "Explique lá essa condição de defender criminosos e querer prender os "policias", por favor!"

    Em Portugal, a justiça é aplicada em função das leis e fundamentada em factos comprovados, não nos desvarios e alucinações de gente obcecada por um fanatismo clubístico doentio. Como tal, lamento informá-lo de que ninguém é criminoso apenas porque você assim quer.

    ResponderEliminar
  20. "Outros clubes foram e estão a ser investigados, o seu problema é o Benfica estar a ganhar e não ser investigado e ser condenado pela sua visão "justiceira" à FCP."

    O "meu problema" nada tem a ver com o facto do Benfica ganhar, mas sim com a forma como o clube lisboeta tem conseguido passar impune aos olhos das autoridades em todas as situações altamente suspeitas em que se viu envolvido desde há muitas décadas. Se você conseguir distanciar-se desse seu benfiquismo que lhe tolhe a visão e o discernimento, constatará que a minhas críticas são muito mais dirigidas à actuação das autoridades e do sistema político português, do que propriamente ao Benfica.

    "O que conta é o principio e não a quantidade"

    "Para se por em causa este campeonato, quantos é que não se teriam de por em causa nos ultimos trinta anos"

    Não é preciso ser muito inteligente para compreender que estas duas frases são uma absoluta e completa contradição. Pois eu repito a pergunta que fiz anteriormente: na sua perspectiva, um ladrão que rouba 30 euros é 3 vezes mais ladrão do que um que rouba 10 euros? E um ladrão que rouba 10 euros não merece ser preso porque existe outro ladrão que roubou 30 euros?

    "Se a decisão foi nesse sentido é porque há possibilidade de existir essa interpretação"

    É exactamente na falsidade desta sua afirmação que reside o problema!
    Tente, por um minuto, abstrair-se do seu benfiquismo e perceber o seguinte: a partir do momento em que o regulamento não refere que os Stewards são considerados "intervenientes no jogo", o julgador (neste caso, Ricardo Costa) não tem o direito de extrapolar tal conclusão! Como tal, os jogadores do FC Porto nunca poderiam ter sido alvo de castigos fundamentados numa moldura penal que, pura e simplesmente, não é aplicável ao caso em questão!
    Se for verdade que os jogadores agrediram o Steward, deveriam ter sido castigados por agressão a agentes não desportivos, cuja moldura penal vai de 1 a 4 jogos de suspensão. Ricardo Costa manipulou a interpretação do regulamento de forma a afastar os jogadores dos relvados durante um período de 4 e 6 meses, influenciando assim, de forma directa, o normal desenrolar da competição.
    Repare-se que o acórdão da CD auto-denuncia as suas contradições, pois é o próprio Ricardo Costa quem reconhece que os Stewards não foram alvo de qualquer punição por não serem considerados agentes desportivos. Ora, se é ele próprio a reconhecer tal facto, como pode ter condenado os jogadores com base numa moldura penal que se baseia nesse mesmo pressuposto?

    "...para se fazer um jogo é preciso muito mais gente."

    Obviamente que sim. São precisos Stewards, tal como são precisos bombeiros, polícias, maqueiros, etc. Isso não significa, contudo, que os mesmo sejam considerados "agentes desportivos" e muito menos "intervenientes no jogo".
    Eu coloco-lhe uma pergunta que li há uns dias num jornal sobre este assunto e que me parece que ilusta bem o problema: na sua opinião, os seguranças dos hospitais são agentes do sistema de saúde nacional tal como os médicos e enfermeiros?

    ResponderEliminar