domingo, 23 de maio de 2010

Coacção sobre os árbitros: uma prática instituída?

Jorge Coroado deu recentemente uma entrevista na qual relatou o pior momento por si vivido ao longo da sua carreira, ocorrido quando dois adeptos do Benfica o terão ameaçado com uma pistola apontada à cabeça e uma faca, em plena via pública.
As notícias vindas a público esta semana e que dão conta da abertura de um processo em que nove adeptos do Benfica foram constituídos arguidos por terem dirigido várias ameaças de morte a árbitros e seus familiares ao longo dos últimos meses, demonstram que o lamentável incidente ocorrido com Jorge Coroado pode não ter sido apenas um acto isolado, mas antes uma prática criminosa implementada entre as claques benfiquistas com o objectivo específico de coagir os árbitros e viciar o jogo em favor do seu clube. Estamos assim na presença de mais um caso de extrema gravidade que vem levantar sérias dúvidas sobre a verdade desportiva do campeonato que agora terminou e que merecia, da parte das autoridades, uma investigação séria, isenta e profunda.
Apesar da abertura deste processo constituir um sinal extremamente positivo na luta pela transparência e pela verdade desportiva no nosso país, continua a fazer-se notar uma incompreensível e inaceitável subserviência ao lobby encarnado na forma como o caso é tratado, não apenas pela comunicação social, mas pelas próprias autoridades. De facto, é notória a preocupação em ilibar sumariamente o Benfica dos actos ilícitos cometidos pelos seus adeptos, sob a alegação de que os mesmos terão agido sem conhecimento nem apoio dos dirigentes encarnados (algo que está longe de ser provado). O próprio nome do clube envolvido no caso foi escamoteado aos olhos do público até última instância, aparecendo referido apenas como "um clube de Lisboa". Não é de estranhar esta preocupação em manter o Benfica livre de suspeitas pois, considerando que o regulamento é claro quando afirma que os clubes são responsáveis pelos actos dos seus dirigentes e sócios, o envolvimento do clube lisboeta neste escândalo acarretaria graves consequências que passariam pela descida de divisão, ou, na melhor das hipóteses, pela subtracção de seis pontos (o que representaria a perda do título de campeão para o SC Braga). Antevendo o desagrado das hostes benfiquistas e as consequentes repercussões políticas que tal situação iria acarretar para o Governo nas próximas eleições, facilmente se percebe que não existe grande interesse político em aprofundar as investigações sobre uma eventual ligação entre o clube da Luz e as actividades criminosas deste grupo de adeptos encarnados.
Independentemente do desenrolar do processo, seria da mais elementar justiça e transparência que o público tivesse desde já conhecimento dos jogos em que os árbitros se encontravam coagidos pelas ameaças de morte emitidas pelos adeptos benfiquistas, no sentido de poder avaliar se os erros cometidos em benefício do Benfica terão sido originados por mera incompetência ou se foram motivados pelo medo. De facto, pode estar aqui a justificação para determinados casos a que fomos assistindo durante a época, como por exemplo, a inusitada situação de um árbitro que, em dois jogos distintos, puniu as agressões perpetradas por um jogador encarnado com simples cartões amarelos.
Não é difícil para as autoridades determinarem quais foram os jogos potencialmente viciados, visto que bastará confrontar as datas das mensagens enviadas através de telemóvel com as datas das partidas arbitradas pelos árbitros ameaçados. No entanto, se atendermos ao facto de as ameaças terem sido denunciadas à PJ em Dezembro e só agora, volvidos quase seis meses e com o campeonato já terminado, o caso ter sido tornado público, tudo aponta para que também aqui exista pouca vontade política em permitir que as vitórias do Benfica sejam, de alguma forma, beliscadas na sua credibilidade.
Tudo faz prever, portanto, que este processo irá terminar como todos os outros em que o nome do clube lisboeta se viu envolvido, ou seja, no fundo da gaveta.

38 comentários:

  1. Pensei que já nos tínhamos entendido mas pelos vistos não.As vitórias do Porto nas últimas três décadas muitas delas deixam muito a desejar. A quem tem telhados de vidro não lhe fica bem atirar pedras aos dos outros.Atinem meus,aqui não há bons e maus,é tudo farinha do mesmo saco.É o país dos Chicos espertos,quer sejam Verdes;Azuis,ou Vermelhos,e vcs aqui a matarem-se por eles...f...

    ResponderEliminar
  2. Anjos e Demónios.

    Vocês são os anjinhos de asinha branca e tudo.Os benfiquistas são os demónios.O que me foi dado ler aqui é pura alienação.É tapar o Sol com a peneira.É escrever apenas o que interessa,é passar ao lado de toda a verdade.Se o Lucílio foi ameaçado e vamos admitir que sim,queres que nenhum adepto do Porto(e nem meto já aqui o clube para ficarmos em igualdade de circunstâncias)nunca o terá feito?Entre vocês como pelo menos contam os jornais essa é uma pratica corriqueira,estou a lembrar-me do que li sobre o jogador de quem não me recordo agora o nome e transferido para o Atlético de Madrid,ameaçado com um tiro no joelho.Estou a lembrar-me de uma invasão de campo no antigo estádio das Antas,um repórter da RTP barbaramente agredido em directo para quem quis ver.Portanto não se armem em virgens ofendidas,todos tem telhados de vidro,não vos fica bem escreverem com tanta falta de isenção.Aqui não há Anjos e Demónios...

    ResponderEliminar
  3. Numa revista antiga aqui em cima da mesa podia-se ler:"O sub intendente Miguel Coelho revelou que o Porto está preocupado com a chegada do autocarro e com eventuais apedrejamentos...(Jogo da Taça)Ah pois,a nós tudo é permitido,aos outros não(Sou absolutamente contra pedras e bolas de golfe sejam elas de que cor forem)mas sabem,em vez dessa preocupação,deviam era ter condenado veementemente os autores de tais actos.Nem uma palavra sobre o assunto da direcção Portista depois dos incidentes, como se pactuassem com eles.Tivessem feito isso garanto que a viagem para Lisboa teria sido menos preocupante,não acham?Violência gera violência.

    ResponderEliminar
  4. Pois é, o SLB é que devia descer de divisão, porque são uns corruptos, e tentam coagir toda a gente e são eles é que mandam na Liga.
    Confirmar aqui: http://www.youtube.com/watch?v=bC1SuxvYqVI&feature=player_embedded

    ResponderEliminar
  5. @ anónimo [o das 03:15]

    «a violência não tem cor», como (e bem!) apregoa o Rui Moreira. mesmo assim e a propósito do teu comentário:

    1) «Vocês são os anjinhos de asinha branca e tudo.Os benfiquistas são os demónios»

    vocês é que se intitulam de "Diabos Vermelhos", certo? certo!

    2) sobre a invasão de campo no Estádio das Antas: penso que te referirás à invasão (pacífica) da conquista do primeiro tricampeonato da história do Clube, na época de 1996/1997. o que aconteceu foi que o público não conseguiu conter o seu entusiasmo, só isso e nada mais do que isso. mas, houve quem quisesse impedir a festa e não o tenha conseguido - nem com penhoras...

    3) sobre o «repórter da RTP barbaramente agredido em directo para quem quis ver».
    pois... nesse jogo contra o Tirsense, onde choveu copiosamente, até hoje estou para perceber como é que aquele adepto, em pleno Estádio, teve acesso aos comentários ao jogo na televisão (que foram de uma total abjecção) - isto numa época em que ainda não havia internet nem telemóveis... acredita que - e apesar de condenar a Violência -, depois de ter ouvido o que ouvi, só se lamenta as bordoadas que entretanto se perderam.

    por último, concordo contigo sobre os «telhados de vidro». TODOS os clubes os tê, sem excepção. só lamento que não tenhas referido alguns em que o teu clube está envolvido - por exemplo, a recente coacção a árbitros. ou o escandaloso "amigável" ante o Panathinaikos, em Toronto...

    saudações PENTACAMPEÃS!

    ResponderEliminar
  6. "é o autor do blogue que se regozija com as agrssões aos adeptos do Benfica em Braga"

    Não houve, em absolutamente momento algum, qualquer manifestação de regozijo da minha parte pelas agressões aos adeptos do Benfica em Braga. Aceito muitas críticas e até já tolerei muitas ofensas, mas não admito que ninguém profira, contra mim, uma calúnia deste calibre. Ou você prova a acusação que faz, ou retrate-se imediatamente sob pena de passar por mentiroso e desonesto.

    ResponderEliminar
  7. «Felizmente, os tempos são de mudança e ontem verifiquei com agrado que, ao contrário do que aconteceu há cinco anos atrás, os festejos no centro histórico de Braga já não foram exclusivos dos apoiantes do clube lisboeta.»

    "2º Aí estão as palavras do post, "Bracarenses erguei-vos" para clarificar a sua duvida"

    1) Você acusou-me de regozijar-me "com as agressões aos adeptos do Benfica em Braga". Ora, como facilmente se constata, não existe absolutamente nada nas minhas palavras que denunciem regozijo pelas agressões ocorridas durante os festejos, nem tão pouco é esse o tema do texto a que se refere.

    2) Como também facilmente se constata, o único motivo do meu agrado foi o facto dos festejos não terem sido exclusivos dos apoiantes do clube lisboeta. Nem aqui existe qualquer referência aos incidentes ocorridos entre os adeptos.

    3) Tal como eu expliquei de forma clara e inequívoca, aceito muitas críticas e até já tolerei muitas ofensas, mas não admito que ninguém profira, contra mim, a falsa acusação de apoiar a violência. Foi por esse motivo que apaguei o seu comentário e continuarei a apagar enquanto insistir nessa mentira.

    4) Eu dei-lhe a oportunidade de se retratar. Em vez disso, preferiu insistir na calúnia, sustentada em falsos argumentos. Tal atitude é reveladora de má fé, desonestidade e falta de carácter.

    ResponderEliminar
  8. Com o Penta1975,dá para conversar e trocar ideias,temos pontos de vista diferentes é certo mas perfeitamente aceitáveis.Cada um de nós tem as suas verdades,paixões clubistícas e dificilmente por isso alguma vez chegaremos a estar de acordo,ou talvez num ponto ou outro até quem sabe nos consigamos entender.Agora convenhamos que este blog tb é muito mal frequentado,como se pode aferir pelo comentário imediatamente anterior.Para que não me acusem que é por ser um blog azul,tambem me é dado ler a vermelho por aí enormes barbaridades.Isto precisa é de bom senso,algum equilibrio para não descambar um dia para actos perfeitamente inaceitáveis.Oh penta1975,desculpa lá,só não me confromo com as escutas,aquilo era mesmo a voz do Pinto Da Costa?Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  9. Desculpa lá chatear outra vez.Aquilo do Paulo Assunção tb não é verdade claro.

    ResponderEliminar
  10. @ anónimo [o as 03:26 - a essa hora, eu já roncava...]

    um parêntesis: "Obrigado!" pela consideração. sempre pautei o meu comportamento pela correcção no trato seja com quem for, mesmo no mundo (já não tão) virtual.

    aahh!, já cá faltavam as famosas e «gloriosas» escutas no youtube.
    mas antes, acho curioso não se ter referido aos incidentes do jogo (em nada) "amigável" em Toronto.mas, tudo bem. nada que a Comunicação Social já não esteja a fazer por si - e com um grau de responsabilidade de informar bem maior do que o neste espaço. adiante.

    sobre as escutas.
    sabe, há Vida para além da SLBtv, da SIC, do pasquim "A Bola" e do youtube. é igualmente curioso perceber como 6 milhões de adeptos veneram um qualquer "Tripulha" que, à margem da Lei, publica umas escutas - de forma ilegal, note-se! - num espaço como o youtube. enfim...

    mesmo assim, sempre refiro o seguinte: os autores morais dos actos descritos nas legendas daquelas escutas [o áudio é tão 'bera' que nem o comento] já foram condenados, quer na justiça civil (1) quer - pasme-se! - (2) na justiça desportiva. um sacrilégio, portanto - e tendo em conta a visão justiceira da CD da Liga e de quem a dirige. adiante.
    vou referir-me, em concreto, às sentenças que envolveram o Presidente do meu clube, ok?

    (1) na justiça civil, TODOS os processos movidos contra Pinto da Costa, no âmbito do "Processo Apito Dourado" foram considerados improcedentes, sem base legal para condenação e, portanto, as sentenças proferidas e lavradas nos autos, foram no sentido da sua absolvição. quantos há por aí, mesmo sem serem dirigentes desportivos, que poderão afirmar o mesmo? é que as sentenças foram lavradas em diferentes tribunais e por vários juízes.
    será que o homem é assim tão rico que, para além de árbitros, também corrompe juízes? [é uma pergunta de retórica e estou a ser irónico, ok?]

    (2) na justiça desportiva, o sr. Justiceiro da CD da Liga proferiu uma sentença, no âmbito do justiceiro "Processo Apito Final" em que, para além de coimas monetárias, o FC Porto viu serem subtraídos 6 (seis) pontos à classificação final do campeonato referente à época 2007/2008.
    por ventura quereria mais? pois... temos pena, mas foi o que se pode arranjar. e olhe que, a nós, portistas, muito nos custou terem sido sonegados aqueles pontos. sempre teriam sido 20 (vinte) de diferença para o segundo classificado...

    por último, o que tem a dizer sobre: (i) a utilização do Kardec em três clubes diferentes numa mesma época desportiva - acto punível com a subtracção dos pontos em que o mesmo terá sido utilizado (a saber: em três jogos do Campeonato) e (ii) a coacção de árbitros nacionais por parte de adeptos afectos ao SLB - acto punível com a perda de 6 (seis) pontos?

    aahh, pois é... esqueci-me...
    aqueles adeptos eram afectos aos «três grandes» - em concreto, a um clube «de Lisboa» - como noticiou o pasquim do 'Record'. pois... de Lisboa... deveriam ser do Oriental. ou então, do Casa Pia. ou, melhor ainda, da extinta CUF. mas, nunca - nunca! - do SLB, pois não? pois...

    saudações PENTACAMPEÃS!

    ResponderEliminar
  11. Merecia e parece estar a ter uma enorme investigação e é curioso como a tal imprensa (vendida ao Benfica) já identificou a cor clubística dos referidos adeptos.

    O que é curioso é que o homem que denunciou o caso às autoridades é o mesmo que fala em coacção de um dirigente portista para se "livrar" de Ricardo Costa e nesse caso o homem é um cobarde e pouca ou nenhuma importância tem o que ele denunciou numa entrevista a um jornal (deve ser mais um do tal loby).

    Já neste caso o Benfica é o responsável. Já se fez o julgamento e ficou provado como ganha os campeonatos...

    Refere Jorge Coroado e devia lembra-se do caso que ele conta, quando ainda em actividade pergunta a um árbitro porque não expulsou um jogador do seu clube em pleno Estádio das Antas aos 20 minutos de jogo ao que ele lhe respondeu: "... estás maluco, expulsar o capitão do Porto aos 20 minutos de jogo, seria para sair de lá sem vida!"

    Nunca houve investigação e ainda bem porque senão vinha dizer que era o loby benfiquista a querer denegrir a imagem do FCP!

    Continuo a achar que faz deste blogue um meio para atingir um qualquer fim e está-se marimbando para a sua honestidade intelectual. Se assim não for está a ver a realidade com uma enorme distorção para o azul e isso falo perder objectividade e servir apenas os interesses de gente sem escrúpulos.

    O pior de tudo é que não está a defender o seu clube nem a sua cidade, bem pelo contrário, e um dia vai perceber isso.

    Se há clube em Portugal com casos e casos que, ou não foram investigados, ou mesmo tendo sido em nada deram - se nos lembrar-mos das facturas pagas pelo FCP, ao árbitro que foi de férias para o Brasil, que o foram por engano e nem investigação houve, ou o árbitro recebido em casa do presidente portista antes de um jogo e que o tribunal aceitou como uma visita para obter aconselhamento matrimonial...

    Para mim o incrível de tudo isto é que parece acreditar plenamente no que escreve, justificando todos os casos relacionados com o seu clube, como sendo "criados" pelo Benfica ou benfiquistas...

    Se for esse o caso, desculpe que lhe diga, mas vive uma qualquer realidade paralela que não é deste mundo!!!

    ResponderEliminar
  12. Meu caro Penta1975

    Uma defesa bem esgalhada das tuas cores,mas permite que te diga algumas inverdades.A do Kardec está mais que explicada,alguém acredita que se o Benfica tivesse cometido alguma ilegalidade isso passaria ao lado.Quanto a pressões deixa-me responder com dois Links.Um sincero abraço.

    1-http://www.youtube.com/watch?v=lN7SKLlOVf4&feature=player_embedded

    2-http://www.youtube.com/watch?v=bC1SuxvYqVI&feature=player_embedded

    Oh God make me insane....but not yet....

    ResponderEliminar
  13. "Desculpa lá chatear outra vez.Aquilo do Paulo Assunção tb não é verdade claro."

    Ao contrário daquilo que se tem verificado a respeito da coacção dos árbitros por parte dos adeptos benfiquistas, ninguém aqui pretende branquear ou desvalorizar a gravidade de outros casos ocorridos no passado envolvendo o FC Porto ou qualquer outro clube. Pelo contrário, aquilo que se exige neste blogue, o princípio que me norteia, é exactamente a exigência de uma actuação idónea e isenta por parte das autoridades na aplicação das leis, doa a quem doer, custe o que custar.
    Nesse sentido, é óbvio que o caso ocorrido com o Paulo Assunção deveria ter sido devidamente investigado e o autor das ameaças que foram dirigidas ao jogador deveria ter sido condenado. Trata-se, obviamente, de um caso grave inaceitável num estado de direito democrático e que qualquer cidadão deve verberar.
    No entanto, eu gostaria de lhe fazer a seguinte pergunta: de que forma é que, na sua opinião, as ameaças dirigidas a um jogador, aquando da sua transferência para Espanha, constituem um atentado à verdade desportiva do campeonato português? Faço esta pergunta porque me parece que você não tem a consciência de que aquilo que está em causa no processo agora movido contra os adeptos benfiquistas não é apenas a questão moral, mas sim a legítima preocupação de que a coacção praticada sobre os árbitros tenha tido influência directa nas suas actuações, o que, a ter acontecido, constitui um claro falseamento da verdade desportiva do campeonato agora terminado.

    ResponderEliminar
  14. Pasmo ante tanta virgindade. Não era o autor deste blogue que se servia dos dados mais fiáveis para escrever verdades? Branquear nunca. Não é o que sempre faz?!
    A favor do seu clube, obviamente digo eu, nada se confirma, mas quando se trata do clube de Lisboa tudo é concreto e limpinho, são sempre marginais.
    Vejamos, Jorge Coroado é um herói. Hermínio Loureiro é um sacana. Coroado é um homem honesto. Hermínio é um mentiroso.
    Coacção acontece, na sua interpretação, quando adeptos anónimos decidem "brincar" com sms's. Mas já o não é quando os dirigentes do seu clube trocam telefonemas com gente de poder no futebol, quando se recebem árbitros...
    No primeiro caso,(por ironia até estão adeptos do seu clube), é desvirtuar a verdade desportiva, no segundo caso, é (?)... normalidade (!).
    "Tudo faz prever, portanto, que este processo irá terminar como todos os outros em que o nome do clube lisboeta se viu envolvido, ou seja, no fundo da gaveta.". Uma pureza de opinião.
    Qual processo? O dos impropérios à equipa de arbitragem e agressões aos adversários, por parte de Bruno Alves durante todo o jogo da final da Carlsberg CUP?!
    Assumir-se não é problemático, mas por favor não argumente ou contra-argumente com falsos moralismos.

    ResponderEliminar
  15. Só uma correcção ao Anónimo das 15:36:

    Ao contrário do que diz, o caso Calheiros foi investigado. Não deu em nada, isso é certo.
    Mas foi investigado, caso não se lembre, até foi despedida uma funcionária da agência Cosmos.

    E digo-lhe mais, porque, pelos vistos, ou não se lembra ou fala de cor, o caso foi investigado mais ou menos até ao ponto em que se começou a "farejar" uma qualquer ligação entre a dita funcionária e a estação televisiva que amplamente divulgou o assunto, a SIC, que, na altura, caso também não se lembre estava feita com o vosso ilustríssimo e foragido presidente Vale e Azevedo, que queria rasgar os contratos das transmissões televisivas que tinha com a Olivedesportos.

    Quem também ficou muito aborrecida com isto tudo, de tal maneira que não sei quantos anos depois até escreveu um artigo em jeito de comemoração, foi a D. Leonor Pinhão. Sabe quem é?

    ResponderEliminar
  16. Anónimo das 17:15 disse: Hermínio Loureiro é um sacana.

    Os portistas podem pensar muita coisa do Hermínio, mas seguramente "sacana" não é a palavra exacta. Senão vejamos:

    1. no Benfica-Porto de 30 de Agosto de 2008 os seguranças de recinto a soldo do Benfica desviaram as câmaras de segurança premeditando os insultos e agressões que iriam ocorrer. A CD da Liga diz que não teve conhecimento de nada, MAS a PSP de Lisboa diz ter enviado um relatório para a Liga descrevendo o incidente. O que fez Hermínio Loureiro: assobiou para o lado.
    Podem relembrar:
    http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Desporto/Interior.aspx?content_id=1476566

    2. Apesar de saber que o CJ já lhes tinha anulado uma decisão semelhante por não considerarem um jornalista um agente desportivo a CD Liga resolve castigar o Hulk e o Sapunaru com 4 e 6 meses de suspensão em directo na TV, dizendo que o castigo é injusto mas que não podem fazer nada pois os seguranças de recinto pagos pelo clube anfitrião têm de ser considerados agentes desportivos. O que fez Hermínio Loureiro: assobiou para o lado, e ainda disse que a CD da Liga era completamente autónoma e que não se intrometia.

    Só para relembrar o caso do jornalista:
    http://www.ionline.pt/conteudo/38886-futebol-conselho-justica-reduz-pena-rui-cerqueira

    3. O CJ da FPF arrasou a decisão da CD da Liga porque entendeu que os seguranças de recinto não podem ser considerados agentes desportivos, e como nos regulamentos apenas era feita a distinção entre agentes desportivos e público não havia mais nada a fazer senão enquadrar legalmente os seguranças como público pois não podiam aplicar uma pena injusta por excesso, o que aconteceria se fossem enquadrados legalmente como agentes desportivos. O que fez Hermínio Loureiro: Afinal já não é indiferente e intromete-se, e faz de conta que se demite (pelos regulamentos da Liga se se tivesse demitido teriam de haver eleições antecipadas). E fingindo não perceber a decisão do CJ diz que não concorda com o CJ pois os seguranças de recinto não são público, indicando uma grande desonestidade intelectual.

    O facto de ver alguns benfiquistas a defender o Hermínio nisto tudo apenas demonstra que estão contentes com o seu desempenho na Liga, e mais particularmente nestas situações. Ele bem precisa do vosso apoio já que saiu da Liga pela "porta pequena".

    ResponderEliminar
  17. @ O Porto é o maior, carago!

    peço desculpa pela intromissão abrupta neste seu espaço, sem as devidas apresentações.
    tive conhecimento do dito a partir do "Steve Bracotelli", no 'Reflexão Portista', a solicitar o envio de "reforços" ;)

    assim sendo, é só para dizer que pode contar comigo nesta luta que parecia desigual ;)

    em caso de "dúvidas" sobre a minha idoneidade (mesmo que virtual) basta consultar o meu perfil, ok?

    saudações PENTACAMPEÃS!

    ResponderEliminar
  18. Diz um :
    - "...os seguranças de recinto a soldo do Benfica desviaram as câmaras de segurança premeditando os insultos e agressões que iriam ocorrer.".
    - "O CJ da FPF arrasou a decisão da CD da Liga porque entendeu que os seguranças de recinto não podem ser considerados agentes desportivos, e como nos regulamentos apenas era feita a distinção entre agentes desportivos e público não havia mais nada a fazer...".
    "Muito bem, Luís Miguel." - afirma outro.
    1º Folgo muito em saber que o senhor Luís Miguel trata por tu todos os seguranças e por via disso tem um perfeito conhecimento dos túneis do Estádio da Luz e um conhecimento profundo do Benfica. E, incredulamente, acredita que os jogadores do FCP só reagem perante provocações. (Há uma imagem de Fernando a dar um coice na manga que não me sai do pensamento, e eu vi, todos vimos, que o fulano foi provocado). E se a situação ocorrida na Luz tivesse acontecido no Dragão, ante provocações portistas, o que diria das reacções dos jogadores benfiquistas? Defendê-los ia? Deduzo que sim.
    Constato que até hoje não vi uma única imagem do túnel das Antas. Lá é tudo pacífico.
    2ª O que os portistas desejam é que todas as decisões lhes sejam favoráveis. E têm sido. Há portanto uma ilação a tirar: - o Porto, FCP entenda-se, controla tudo o que é controlável. Na Liga o que se sabe é que todos os funcionários são fervorosos adeptos do FCP. Na Federação para lá caminhamos.
    Nos tribunais civis, perante provas inequívocas, o que se tenta provar é que as escutas não foram autorizadas, logo, não são válidas. No caso das viagens pagas a Carlos Calheiros, (perdão, José Amorim), denunciado por uma funcionária despedida da Cosmos, agência portista, havendo prova, a factura foi paga por engano. Numa visita de um árbitro a Pinto da Costa, na véspera de jogo, a razão foi aconselhamento.
    Ainda há memória para lembrar o ex-árbitro Fortunato Azevedo que ficou célebre por na época 1991/1992 ter pedido desculpas ao Benfica pelo facto de não ter assinalado um pénalti a favor do Benfica nas Antas, que terminou 0-0 e por na 2ª volta, na Luz, ter marcado um pénalti inexistente de Rui Bento sobre o malogrado Rui Filipe, que deu o 1º golo do FCP na vitória por 3-2, garantindo-lhe praticamente o título, já que lhe permitiu aumentar o avanço sobre o Benfica de 3 para 6 pontos.
    Contudo, ainda os adeptos portistas se vêm vangloriar que nunca nada foi provado. Esta forma de fazer justiça é à sua exacta medida.
    Assim estamos perante um clube que procura, através dos discursos incendiários do seu presidente, promover a divisão Norte – Sul; que se julga mensageiro do Norte; que encontra nos de Lisboa motivo para destilar ódio; que em cada época faz novas alianças, com novos clubes, para combater, com jogo sujo, os "mouros"; que é capaz de "encontrar dados" para alterar a data da sua fundação, mas incapaz de, por uma única vez, fazer mea culpa e condenar actos de adeptos ou jogadores seus.
    E quem assobia para o lado, tentando colar, continuamente, o Benfica à política do país? O puritano autor do blogue!

    ResponderEliminar
  19. Em relação ao que o Anónimo das 21:47 disse no seu ponto...

    1º -> Acho que você está exageradamente centrado na minha pessoa. Se a minha opinião não lhe agrada então apresente argumentos sem me atacar pessoalmente e sem fazer "deduções". Como é a primeira vez que se me dirige vou acreditar que foi precipitação sua e vou-lhe responder: Os conhecimentos que eu tenho dos seguranças de recinto e do túnel da Luz são exactamente iguais aos seus e aos de todos os outros: as imagens são públicas. Em relação à atitude do Fernando, eu e os portistas na sua grande generalidade condenaram a reacção mesmo que tenha sido provocado (e nós não sabemos o que o segurança lhe disse). Penso que isto responde também ao resto do seu texto.

    2º Você está a partir de um princípio errado que é o de que se a justiça não condena então é porque o Porto a controla. Nesse caso quem controlaria a CD da Liga posso eu perguntar? As provas ou indícios que foram apresentadas não foram consideradas inequívocas - foram inconclusivas. Além disso foi demonstrado que a principal testemunha de acusação (Carolina Salgado) mentiu no seu depoimento. Você não acha que a justiça deve condenar com base em suspeitas pois não?

    E por favor não continuem a insistir em confundir "Apito Dourado" com "Apito Final". As escutas no Apito Dourado (processo civil) foram validadas e usadas, e assim como serviram para a acusação elaborar a sua tese também serviram para a defesa se defender (demonstrar que a referida testemunha mentiu, por exemplo). Foi defendido no Apito Final (processo desportivo) que as escutas não deviam ser usadas pois não o é permitido pela lei Portuguesa para processos meramente disciplinares como são os processos desportivos - No entanto a CD da Liga usou-os à mesma e não alterou a sentença mesmo quando lhes foi ordenado que retirassem as escutas do processo o que significa que mesmo para a CD da Liga as escutas não eram a prova inequívoca que alguns apregoaram..

    Em relação ao caso do Carlos Calheiros, esse é mais um processo julgado. Acho que o que já lhe disse acima também lhe responde a isso. Quanto ao Fortunato Azevedo não me lembro se pediu desculpa ou não, nem se errou ou se não errou, mas admitindo que sim não consigo compreender o problema. Eu acho que ficaria menos aborrecido se os árbitros também pedissem desculpa quando erram contra o Porto.

    Quanto à sua descrição do meu clube e do meu presidente é completamente absurda e distante da realidade. Se há alguém que contribuiu para esta crispação foram alguns clubes, dirigentes e jornalistas de Lisboa - não foi apenas o Porto e o seu presidente certamente. Quando o Benfica ganhava na Europa no tempo do Eusébio também os portistas festejavam. Foi só quando o FCPorto começou também a ganhar que começou a haver crispação - em Lisboa esses que referi não admitiam que um clube a norte pudesse ganhar também por mérito próprio, e procurando esconder os seus erros e incompetência inventavam desculpas esfarrapadas para os jornais. Quando o Porto começou a ganhar campeonatos era por causa dos árbitros, mas como o Porto foi à final da Taça das Taças então a suspeita passou a ser o "doping"... Você sabia que por causa disso o FCPorto foi a primeira equipa a exigir controlo anti-doping em todos os jogos para acabar com essa infame suspeição dos jornais de Lisboa? Por coincidência ou não ao longo dos anos o clube com alguns jogadores que tiveram controlos positivos até foi o Benfica... Por isso não venha para aqui com adjectivos inflamados contra o meu presidente e o meu clube pois ao contar apenas metade da história até pode estar você próprio a demonstrar ódio ou a incentivar o ódio dos que pensam como si e o lêem. E verdade seja dita: eu nunca ouvi o meu presidente nem nenhum dirigente do meu clube a incentivar à violência como foi recentemente feito por um "ilustre" benfiquista na BenficaTV sem que tivesse sido havido qualquer reparo por ninguém ligado ao Benfica.

    ResponderEliminar
  20. Ah os vossos reforços são estes? Fixe, muito fixe. Desejo-vos um bom campeonato. Mas olhem que a pré-época está a começar com as mesmas fintas e remates um pouco chochos. Têm que reforçar mais a componente dos valores éticos (sim, porque estamos a falar de desporto, verdade?) da equipa: seriedade, hombridade, honestidade. Porque continuar a pensar que o senso-comum é idiota pode causar-vos despertares dolorosos. Para mim, a minha única desinteligência com quem promove algumas das atoardas que podemos ver por aqui, tem a ver com o facto de me sentir confrangido por ver pessoas aparentemente inteligentes a defender actos e actuações que caem no campo da vergonha, apenas por fé clubística. Melhor, sanha, que é o cobertor estratégico que PDC inventor para poder dominar como domina(ou). Tirando isso, bute aí ver os homens a jogar à bola. Isso é que me interessa.
    E boa sorte para os reforços.

    ResponderEliminar
  21. "Apagar os meus comentários é para mim sinal de vitória!"

    Sim, eu acredito que para uma pessoa que faz da ofensa e da calúnia uma forma de estar na vida, ver os seus comentários apagados constitui uma vitória, um pouco à imagem do que acontece com os putos rebeldes que ficam orgulhosos quando enchem a paciência ao professor e são expulsos da aula, pensando que isso os faz parecer heróis aos olhos dos colegas. Depois, quando crescem, apercebem-se da triste figura que faziam.

    "não foi esse o extracto que lhe apresentei para fundamentar o meu argumento."

    Pode ir buscar o extracto que você quiser. O texto completo está disponível para qualquer pessoa poder ler e constatar que não existe nele qualquer referência às agressões entre adeptos do Braga e do Benfica, nem em momento algum eu manifesto regozijo pelos incidentes ocorridos entre as claques. Você continua a insistir numa mentira, está a ridicularizar-se a si próprio e a fazer-me perder o meu tempo nesta questiúncula pessoal rasca e sem interesse absolutamente nenhum que você resolveu criar para dar cobertura à sua incapacidade de discutir futebol.

    ResponderEliminar
  22. O que eu sei é que a maior parte do que se lê aqui é de um fanatismo atroz.Como é que pessoas minimamente inteligentes por ex(Sousa Tavares)são capazes de fazer certo tipo de afirmações?)autenticas barbaridades.Quando é assim com gente de quem se espera sempre um pouco mais,do que estavam á espera aqui?

    ResponderEliminar
  23. Marinho,

    Ainda estou à espera dos seis ou sete nomes para contrapor ao do Ricardo Costa. Não se disperse e não se esqueça.

    Vá lá, não desiluda os seus fãs, e não atire pedras para depois esconder a mão...

    ResponderEliminar
  24. ... e o que dizer, então, do coleccionador de citações Ricardo Araújo Pereira - o "tal" que, na crónica após a vitória do SLB no "Campeonato dos Túneis", preferiu insurgir-se contra a lastimosa época do FCP?
    e ainda têm a lata de referir o nome do Miguel
    Sousa Tavares...

    @ Marinho

    sabe que as suas palavras também se aplicam àqueles que cegamente defendem as recentes actuações: 1) do seu Presidente [exp.: nas declarações incendiárias que protagonizou na semana do Clássico]; 2) dos adeptos do SLB [exp: no dia da Taça de Portugal. aquilo é que foi uma "festa"]; 3) do palonço do Colaço na SLBtv; 4) de "alguém" a mando de "outrem" para coagir árbitros.
    enfim... parabéns pelo "Campeonato dos Túneis".

    ResponderEliminar
  25. Liga dos túneis ou dos youtubes?

    ResponderEliminar
  26. José Mourinho (VI capítulo, páginas 222 e 223): "Subi ao quarto por volta das 22h30. (...) Inesperadamente, alguém toca à porta do quarto. Abro-a e vejo o dirigente Reinaldo Teles: "Desculpa, mas tenho no meu móvel oito chamadas com urgência para ti." Era alguém que se tinha identificado e, por isso, merecedor de uma chamada, pensei. Ligámos e, do outro lado, com celeridade, a ameaça de morte após a chegada ao Porto:

    - És um artista... um filho da puta... não te fazemos nada agora porque tens uma final amanhã, mas assim que tudo acabar, podes dar-te como um homem morto, porque te vamos apanhar e, assim que chegares ao Porto, tens a cama feita (...).

    Incrédulo, respondi:

    - Deves estar maluco... não sei do que é que estás a falar nem porque estás a dizer isso, mas acho que não estás bom da cabeça...

    De imediato, desligo o telefone. Reinaldo Teles, percebendo o teor da conversa, estava estupefacto, mas de pronto pediu para não me preocupar, assegurando-me que tudo se iria resolver (...). Contei aos meus adjuntos o que se estava a passar. Também a eles lhes notei estupefacção e, ao mesmo tempo, alguma preocupação porque a 'personagem', conhecida na obscuridade da cidade e com registo criminal - algumas condenações e penas suspensas -, era, segundo a polícia entretanto contactada, merecedora de receio e de vigilância apertada, ainda para mais por liderar um grupo organizado (...). O facto de se adivinhar uma multidão à nossa espera no aeroporto e na cidade ainda vinha agravar mais a situação."

    A ausência da segurança portista e ... o plano da fuga à chegada

    José Mourinho revela ainda que, na manhã do dia seguinte à ameaça sofrida, foi abordado por Pinto da Costa, que lhe passou "uma mensagem de segurança". Porém, o ex-treinador portista estranha a ausência da habitual segurança do clube na final da Liga dos Campeões: "Curiosamente, este foi o único encontro em que o FC Porto não levou a sua segurança privada."

    José Mourinho termina o episódio (pág. 224) relativo à ameaça lembrando o regresso atribulado e lamentando a ausência na festa do título europeu: "Chegámos ao Porto. De um lado está a festa e do outro a segurança organizada por mim e alguns amigos (...). Tudo estava perfeito, na pista estavam duas carrinhas que nos levaram para casa e me deixaram a ver na televisão a festa, a minha festa, para a qual contribuí e na qual não pude participar."

    ResponderEliminar
  27. Muito grave.Comparado com uns telefonemas feitos por uns putos sem ser a mando de ninguém.Agora isto é a Máfia no seu melhor...(F...)

    ResponderEliminar
  28. Podem dar as voltas que entenderem,mas ao pé desta malta somos uns anjinhos.Quem lê isto não acredita.Abraço Marinho.

    ResponderEliminar
  29. 1) Não é preciso ser muito inteligente para perceber que não interessa a nenhum clube destabilizar emocionalmente o seu treinador exactamente na véspera de jogar a final da Liga dos Campeões.

    2) Toda a gente sabe que esse caso ocorreu devido a questões pessoais, mais precisamente um alegado envolvimento entre o José Mourinho e uma determinada senhora que era comprometida com um elemento da claque portista. Nunca consegui apurar se esse envolvimento foi real (o Mourinho não quis falar mais sobre esse assunto, mas constou-se que tudo não passou de uma cena de ciúmes sem fundamento), mas a verdade é que isso nada teve a ver com o clube em si.

    3) Eu volto a colocar a mesma questão que já coloquei antes a propósito do caso do Paulo Assunção e que, até agora, ninguém respondeu: em que é que a ameaça feita ao José Mourinho interfere com a verdade desportiva do campeonato?
    Moralmente, todas as situações deste género são condenáveis e devem ser alvo de intervenção das autoridades. Mas há uma clara diferença entre casos do foro pessoal dos jogadores e treinadores que aqui são apresentados e o caso dos adeptos benfiquistas que, ao que tudo indica, representa uma acção concertada de coacção, no sentido de condicionar directamente as actuações dos árbitros e manipular a verdade desportiva.

    ResponderEliminar
  30. Epá não adianta,pior cego é aquele que não quer ver.Tá bem o cego sou eu....daseeeeeee.

    ResponderEliminar
  31. Só foi pena o Adepto do BENFICA nao ter disparado. E por via das dúvidas o outro Adepto cortar-lhe o pescoço.Para que nao restassem dúvidas que estava bem morto.

    ResponderEliminar
  32. Uma adivinha para acabar bem o dia...

    Quem tem um gabinete de atendimento a árbitros na casa na Madalena???. O Augusto Duarte já foi lá atendido e em vez de pagar ainda recebeu!

    Quem?

    ResponderEliminar
  33. "Quem tem um gabinete de atendimento a árbitros na casa na Madalena???"

    Os dirigentes do Benfica são mais chiques. Recebem os "clientes" no restaurante O Sapo, em Penafiel e até pagam as jantaradas. O clima de impunidade em que vivem é de tal ordem que se dão ao luxo de agir publicamente, com total descaramento. E apesar de toda a gente ver isto, as autoridades assobiam para o ar.

    ResponderEliminar
  34. malta séria é assim mesmo.Não apanhados em p de escuta nenhuma,não precisam de almoçar ás escondidas..é só isso...

    ResponderEliminar
  35. "Não apanhados em p de escuta nenhuma,não precisam de almoçar ás escondidas..é só isso...

    Pois... o problema é que eles foram mesmo apanhados nas escutas, um a encomendar árbitros e o outro a pedir favores a troco de..."beijocas". Depois, vão jantar à descarada para o Sapo, à vista de toda a gente, sabendo que ninguém lhe toca.

    ResponderEliminar
  36. Para que todos saibam, prevendo uma seria de vitórias nos próximos anos, o Benfica, encomendou um elevado numero de cachecois para entregar aos Bracarenses, para que eles os possam queimar, assim como providenciou a entrega de águias empalhadas para serem alvo de banho no lago publico com grande festa, alegria e regozijo.
    Também adquiriu inumeras botas com biqueira reforçada para que alguns fervosos adeptos portistas possam pontapear os carros dos benfiquistas que se atrevam a cruzar a Av. dos Aliados a festejar a vitória do Benfica.

    Os tempos são de mudança e temos de acompanhá-los, Bracarenses erguei-vos, Portuenses marchem sobre os mouros (de preferência os vermelhos em dia de vitória).

    ResponderEliminar