terça-feira, 11 de maio de 2010

A retaliação já está programada

 As polémicas que se foram verificando ao longo do campeonato geraram um sentimento de indignação e de revolta junto dos adeptos do FC Porto e do SC Braga que, nalguns casos, se traduziu em inaceitáveis actos de violência. No entanto, tais actos, sempre reprováveis, não justificam de forma absolutamente nenhuma os sucessivos apelos à retaliação que António Pragal Colaço tem vindo a efectuar através da Benfica TV.
Adoptando um discurso perfeitamente fanático e fazendo uso de uma linguagem pouco abonatória para o seu estatuto, o conhecido advogado e comentador do canal privado benfiquista afirma ter conhecimento de que "a retalização já está programada" e que as hostes encarnadas terão de "puxar das armas" contra os adeptos portistas, chegando mesmo ao cúmulo de falar em "guerra de canhões" contra os rivais.
A atitude de Pragal Colaço justificava, obviamente, a intervenção do Ministério da Administração Interna e da própria Ordem dos Advogados, visto estarmos na presença de um crime punível por lei. Infelizmente, nada se pode esperar das autoridades de Lisboa que insistem em adoptar uma postura verdadeiramente autista sempre que a imposição da lei possa pôr em causa os interesses do SL Benfica. Também a imprensa lisboeta, que recentemente tanto alarido fez sobre os incidentes que envolveram o jogo Porto-Benfica realizado no Dragão, mostram-se agora pouco interessadas em denunciar esta situação, escamoteando aos olhos do público o facto da violência estar ser incitada, de forma ostensiva e com total impunidade, através da Benfica TV.
É sabido que se encontram presentemente em julgamento trinta e oito elementos da claque benfiquista No Name Boys que estão indiciados de associação criminosa, tráfico de estupefacientes, posse de armas, incêndio, venda ilegal de ingressos para eventos desportivos, dano com violência, roubo qualificado, ofensa à integridade física e arremesso de objectos. O DIAP de Lisboa considerou que estes elementos ”agiam motivados por ódio e intuitos de destruição, sem motivação relevante, contra elementos das claques do Sporting e do FC Porto” e que “as suas acções, extremamente metódicas e cirúrgicas, revelam personalidades mal formadas, com elevada ausência de responsabilização, desconformes às regras desportivas e à convivência democrática e demonstram ódio patológico e irracional contra os adeptos dos clubes rivais". A existência de pessoas com estas características nas claques de futebol já fariam, por si só, prever o pior. Mas o que acontecerá no futuro se permitirmos que os clubes se sirvam dos seus próprios canais televisivos para incentivar este gente a pegar em armas e a gerar guerras em nome do futebol?

28 comentários:

  1. Não acredito! Nem eu, que tenho a Benfica TV, consigo perder tempo a ver algumas partes da programação, mas os antis parece que gostam à brava de ver aquilo tudo. No caso do autor deste blog, pode pensar-se em benfiquismo reprimido. Aliás, alguém já o verificou e demonstrou: "(...)Quer isto dizer que no total, nas primeiras 5 páginas do seu blog, contando o número de vezes que surgem as palavras "Benfica", "Porto" (excluindo o nome do blog a sua assinatura como é obvio) e "Braga", temos:
    Benfica - 49 vezes
    Porto - 19 vezes
    Braga - 7 + 26 (as do comunicado)

    Isto é como no caso das escutas, contra factos não há argumentos: ou você é um benfiquista reprimido ou um anti-benfiquista primário, mas Portista não dá a ideia de ser, tendo em conta o tempo que dispensa a escrever sobre o seu clube.
    (...)A avaliar pela natureza do que vi do seu blog, confirma-se em pleno que segue à risca a cartilha do "engenheiro máximo": guerrilha contra Lisboa e ódio ao Benfica enquanto factor de mobilizacão interna. Os meus parabéns, passa com distincão! Mas espero que o FCP seja muito mais do que isto..."
    in https://www.blogger.com/comment.g?blogID=23049608&postID=1858784406698012143&isPopup=true
    Ah, já me esquecia, então não é que o scp também vai ter uma TV? Só falta aí o pessoal do norte... Bem, sempre há a rtpN, e a rtp1, e a sportTV, e a imprensa do Porto. Ah, e o Emplastro.
    Outra coisa, o Pidá e quejandos são do Benfica, verdade?

    ResponderEliminar
  2. "Não acredito!"

    É só isso que você tem a dizer??? Perante o conteúdo gravíssimo das afirmações proferidas na Benfica TV, o incentivo à violência, o convite às armas e à guerra, a única coisa que você faz é vir apontar-me o dedo em relação à críticas que faço a Lisboa??? Tenha juizinho!
    Quem não quer ser lobo, não lhe veste a pele, sempre se ouviu dizer. Se o Benfica não quer ser criticado, então não dê motivos para que o façam.

    ResponderEliminar
  3. Caro maior, carago
    O meu "não acredito!" vem na mesma linha da melhor escola da ironia bacoca, personificada e perpetuada pelo V. amado líder.
    Por isso, como muito bem disse, se não quer ser lobo e tal e tal...
    Divido o pouco juizinho que tenho consigo, desde que deixe de se armar em bombeiro da moral apagando fogos com fósforos.
    Por mim, todos os instigadores, actores identificados (filmados, escutados), comentadores com prisão de ventre, mais 235 espécies mentecaptas que gravitam à babouge do futebol, toda essa pandilha, ia dentro. Fossem de que clube fossem. Claro que para tal acontecer era necessário que a Justiça funcionasse imune à corrupção e ao poder da influência (jardim da clubite). Claro que alguém tão presciente e isento como v. terá tendência a concordar comigo, com algumas ressalvas: os do slb devem ir primeiro porque eles é que começaram; a gente só comemos a fruta porque eles disseram que ela estava boa; a nossa corrupção é de tostões, a do slb é de milhões; eles é que não gostam de nós e começaram à guerra connosco; os chefes deles é que os mandam andar à guerra com a gente...
    Continuo convicto que, para serem grandes, ainda têm que crescer.

    ResponderEliminar
  4. "O meu "não acredito!" vem na mesma linha da melhor escola da ironia bacoca"

    É bacoca mas, pelos vistos, fez escola. E dou-lhe os parabéns, você foi um excelente aluno.

    "os do slb devem ir primeiro porque eles é que começaram; a gente só comemos a fruta porque eles disseram que ela estava boa; a nossa corrupção é de tostões, a do slb é de milhões; eles é que não gostam de nós e começaram à guerra connosco; os chefes deles é que os mandam andar à guerra com a gente..."

    Curiosa frase. Mas... não é exactamente isso que os benfiquistas andam a dizer há três décadas??? Agora até querem pegar em armas e criar uma guerra porque, pasme-se, acham que são umas vítimas...

    "Continuo convicto que, para serem grandes, ainda têm que crescer."

    O que é isto? Mais ironia bacoca?

    ResponderEliminar
  5. É, mas como v. não a frequentou ("ou você é um benfiquista reprimido ou um anti-benfiquista primário, mas Portista não dá a ideia de ser") tem alguma dificuldade em descodificá-la, não é? Espero que quando acabar de estudar os discursos do seu grande líder, já a consiga perceber melhor. Espero também que, nessa altura, partilhe connosco as conclusões que retirar dos impolutos pensamentos desse grande invocador de almas e predador de corações.
    Adeus, pá. Já animei este espaço demais, mas também, parece que se não forem os benfiquistas o blogue fica assim meio desanimado. A verdade é que foi à nossa conta que se encheram os estádios esta época, e pelos vistos os blogues também só têm clientela à conta dos benfiquistas. Soms mesmo bués.

    ResponderEliminar
  6. Meu caro Porto,

    Uma rectificação. É porque o meu caro dá letra a estes montes de merda que o seu blog não tem mais comentários de quem realmente interessa. Nós os portistas. Mas o blog é seu e você faz dele o que quer.
    Ature-o

    ResponderEliminar
  7. Pois é, Pois,
    é o que v. gostam e estão habituados: ficarem a tocar ao bicho sozinhos. A velha escola regionalista. Continuai... a sentir a diferença entre ser e ambicionar a ser. Enorme só há um, e pelo andar da carruagem, com o Sporting à Porto, assim continuará até que alguém (há esperança, existe gente respeitável em todos os clubes) perceba que o futebol é festa e saúde, não é guerra e ressabiamento.
    Ora imaginem-se lá a ganhar 4 campeonatos em 20 anos: já por aqui não andariam, já teriam queimado mais uns quantos carros de treinadores e estariam à beira dos 200.000 sócios.
    Tenho pena de que a sã rivalidade tenha descambado no ódio regionalista com que vos entretêm. É por isso que só reparam nos problemas da sociedade, e no recurso ao futebol para os amaciar, quando é o Benfica que ganha. Eu sei que somos muitos, que somos muito maiores, mas, acreditem, dos rivais não há que ter medo, apenas respeito. Mas (alguns de)vocês preferem coleccionar inimigos. Está bem, para quem elege a guerrilha como estratégia. Coisa de grupos pequenos, como se sabe.
    Pois bem, eu aos inimigos, costumo ignorá-los e mandá-los à merda.

    ResponderEliminar
  8. Marinho,

    Não insistas, não adianta, volta lá para a tua casota, só o meu caro "o PORTO é o maio carago" te vai dando trela

    ResponderEliminar
  9. Cá estou a comentar como prometido. O meu comentário é curto e resume-se a isto:

    O Pragal Colaco (do pouco que vi dele na BenficaTV) representa muito mas mesmo muito daquilo que eu pretendo ver fora do meu clube. Faccioso, parcial e radical na maior parte das intervencões que vi. Também aqui discordo dele, não porque não ache que o que se passou no Porto e em Braga é de uma gravidade extrema (também a merecer uma investigacão mais atenta, não lhe tinha ficado mal referi-lo) mas porque não é por um código de conduta de guerrilha e retaliacão que me movo.

    Num clube com tanto adepto e simpatizante, já se sabe que haverá sempre maralha desta. É mau para a BenficaTV que albergue estas correntes de opinião (já critiquei a BTV no blog do AB, se se lembra), mas se quisesse ser mais isento e moderado, faria pelo menos referência ao facto de o moderador do programa e restantes benfiquistas (no estudio e em casa) contradizerem o Pragal Colaco e tentarem demonstrar que a suas opiniões estão nos antípodas da dele. Ou será que um é mais benfiquista que os outros só porque lhe dá mais jeito?

    Mais uma vez, convido-o a fazer com o seu FCP o mesmo exercício que fiz agora mesmo com o SLB. Olhe para dentro e veja qual a postura do seu presidente ao longo dos anos. "Guerrilha" poderia definir a atitude de Pinto da Costa à frente do FCP. É verdade que defender este tipo de comportamentos numa televisao de um clube é inenarrável e deverá ser a todo o custo evitado no futuro (punido até). Mas mais uma vez, não nos tente convencer que da parte do FCP e principalmente de Pinto da Costa, tudo são ramos de oliveira e pombas brancas. Digo-lhe mais, Pinto da Costa é o mestre da guerrilha clubística, uma característica que de resto a sua tão odiada "imprensa de Lisboa" sempre lhe gabou, a cobro de elogios como "mestre do sarcasmo e dos jogos psicológicos". Foram anos e anos a corroer os alicerces. Não se queixem agora porque os outros possam estar a levantar umas telhas (ou fazendo-o, e tem esse direito, admita pelo menos o que está para tras).

    ResponderEliminar
  10. "o que v. gostam e estão habituados: ficarem a tocar ao bicho sozinhos."

    Mais uma curiosa afirmação, principalmente pelo facto de ter sido precisamente você que afirmou, num comentário anterior, que até se ia embora porque já nos tinha... animado demais. Imagino que deve ter sentido a necessidade de se ausentar momentaneamente para ir "tocar ao bicho" sozinho, mas folgo em saber que regressou ao nosso convívio. Aliás, atendendo à prontidão com que as suas respostas surgem aos comentários que aqui são postados, podemos concluir que já não passa sem a nossa presença na sua vida. Ora, seguindo a mesma linha de pensamento de quem me acusou recentemente de ser um benfiquista reprimido pelo facto de escrever muitos textos sobre o Benfica, que brilhante conclusão se poderá tirar sobre a presença constante de um benfiquista num blogue azul e branco?
    Devo dizer-lhe que a sua participação frequente neste blogue é um sinal francamente positivo. Ela revela que, apesar da atitude empedernida que aparenta no seu discurso, fruto de muitos anos de lavagem cerebral imposta pela propaganda lisboeta, existe um interesse subconsciente de se libertar dessa prisão e compreender que existe mais vida para além desse mundo fictício que é o benfiquismo. Fico feliz por si.

    "Enorme só há um"

    Com certeza terá a consciência de que o conceito de tamanho é relativo. Ora, se entendermos que o Benfica é enorme pelo número de adeptos que a máquina propagandista lisboeta consegue angariar (para não dizer iludir) em prol do lobby comercial lisboeta, então é indiscutível que essa afirmação é verdadeira. Mas se entendermos, numa perspectiva desportiva, que a grandeza se mede pelas grandes conquistas dos clubes, então permita-me que lhe diga que o maior em Portugal é, indiscutivelmente, o FC Porto. Os factos falam por si.

    "Ora imaginem-se lá a ganhar 4 campeonatos em 20 anos"

    Devo relembrá-lo que o FC Porto teve um período de "seca" de 18 anos (o que é pior do que ganhar apenas 4 títulos em 20 anos) e nem por isso perdeu a força e o apoio da sua massa associativa. Pelo contrário, o clube azul e branco renasceu mais forte do que nunca e atingiu um nível de excelência nunca antes atingido por nenhum outro clube em Portugal (com a respeitosa excepção, admita-se, do SL Benfica da longínqua década de sessenta).
    Como vê, os seus argumentos são extremamente frágeis, não sei se por falta de conhecimento de sua parte sobre os assuntos que escreve, ou se por se encontrar iludido pela falsa realidade que lhe é induzida. Aconselho-o vivamente a informar-se melhor sobre o tema e, principalmente, a trabalhar melhor a argumentação a que recorre, sob pena daquilo que diz ser facilmente rebatido contra si próprio.

    "já teriam queimado mais uns quantos carros de treinadores"

    Creio que, mais uma vez de forma precipitada, está a confundir as coisas. Não consta que os adeptos portistas tenham alguma vez incendiado qualquer veículo. O único caso recente de fogo posto foi exactamente perpetrado pela claque do seu clube que incendiou um autocarro em que se fez deslocar a claque dos Super Dragões a Lisboa, sendo esse um dos crimes pelos quais foram indiciados pelo DIAP de LIsboa e se encontram presentemente em julgamento. Aliás, devo mais uma vez recordá-lo que, ainda na época passada, foram também os adeptos do seu clube que apedrejaram o autocarro do próprio Benfica, manifestando assim a sua revolta pelos maus resultados da equipa. É caso para dizer: com adeptos deste calibre, quem precisa de inimigos?

    ResponderEliminar
  11. "Eu sei que somos muitos, que somos muito maiores"

    Meu caro, pobre é o clube que a melhor coisa que tem para oferecer aos seus adeptos é... os próprios adeptos.
    Há muito tempo que essa grandeza do Benfica a que se refere está reduzida ao número de adeptos. No que concerne a todo o resto, o Benfica vive envolto num cenário de grandeza fictícia, criado e alimentado pela máquina propagandista da capital e fundamentado nas glórias de um passado longínquo, que tem por objectivo manter a população aglutinada em torno dos interesses comerciais do lobby lisboeta. Graças a esse verdadeiro cancro que é o "benfiquismo", os portugueses tornaram-se passivos e subservientes, permitindo que o país caia cada vez mais num buraco sem fundo graças a políticas desastrosas que tem, como único objectivo, o enriquecimento dos caciques da capital à custa de todos nós.
    No que respeita a glória desportiva, o Benfica é uma perfeita e absurda nulidade! Todas as conquistas dos últimos anos foram fabricadas por manobras de bastidor que, se tivessem sido alvo de investigações sérias por parte das autoridades de Lisboa, não passariam impunes aos olhos da lei. Há 5 anos atrás, o campeonato ficou marcado pelo Estoril-gate, a época passada ficou manchada pela Lucílio Cup e esta época foi a palhaçada dos túneis e a interferência directa do Ricardo Costa. Acha que tudo isto foram meras coincidências? Liberte-se momentaneamente desse "benfiquismo" que lhe tolhe a visão e pense! Pense com a sua própria cabeça!
    Você é lisboeta, ou não passa de mais um saloio que tem vergonha da sua terra e optou por apoiar um clube da capital apenas porque lhe incutiram a ideia de que isso lhe daria um estatuto especial? Não compreende que é precisamente essa atitude de subserviência da população para com uma equipa da capital que dá de si uma triste imagem de provincianismo? Veja o exemplo de Braga: é uma grande cidade e tem um clube que pode facilmente tornar-se num grande de Portugal, mas nunca crescerá enquanto 90% da população bracarense andar a lamber as botas ao Benfica que não teve qualquer pudor em prejudicar ostensivamente o clube arsenalista em nome dos seus interesses mesquinhos. Isto é provincianismo!
    Abra os olhos! Pense com a sua cabeça!

    ResponderEliminar
  12. "Está bem, para quem elege a guerrilha como estratégia."

    Há afirmações suas que podem ser atribuídas, ainda que com uma certa dose de boa vontade, à falta de conhecimento ou à contra-informação que lhe é induzida pela propaganda lisboeta. Mas ter o descaramento de vir acusar o FC Porto de eleger a guerrilha como estratégia precisamente num texto em que são denunciados os apelos às armas e à guerra contra os portistas no canal privado do SL Benfica, desculpe que lhe diga mas é mais do que mera ignorância: é pura falta de inteligência.

    ResponderEliminar
  13. Além da azia já percebi que também está a sofrer de prisão de ventre. Já algures lhe recomendei que tente ouvir o eco do que diz, pintando-o de azul e branco. Afinal de contas, com a vacuidade emanada pelo seu discurso, esse efeito de ressonância não lhe há-de ser difícil de atingir. Só são precisos um ou dois neurónios a funcionar. Fique bem, e as melhoras.

    ResponderEliminar
  14. "Meu caro, pobre é o clube que a melhor coisa que tem para oferecer aos seus adeptos é... os próprios adeptos."

    De facto, somos mesmo modestos. Veja lá que achamos isso bem: a melhor coisa do nosso clube são os seus adeptos. É por eles e para eles que o clube se formou, se desenvolveu e continua a crescer. Claro que já padecemos da mesma tentação de outras agremiações (cf. o "novo" SCP) de funcionar "à porto", acreditando que oferecer fruta de dormir, rebuçadinhos, quinhentinhos, conselhos matrimoniais e outras viagens é que era o caminho certo. Todavia, a vergonha de ter um presidente sentado no mocho por ter sido vígaro na própria casa, fez-nos prezar mais o valor da honra e da respeitabilidade. Porque é também a nossa honra e respeitabilidade de adeptos que está em causa. É visível que isso é espúrio para vocês. Daí o meu acto de caridade (talvez imbuído do espírito papal - fds, papal não, que isso é mais para os vossos lados - digamos antes, messiânico, tipo Jesus) em tentar despertar essa consciência nas vossas mentes intoxicadas de ganhar, don't matter how. Já o meu avô dizia, "os homens que têm as coisas à frente do nariz (cf. comentário do Bacalhau_com_belgas) e não as querem ver, ou são mochos ou são cornudos". E, confesso o meu pecado, dá-me um certo gozo ver-vos, neste caso, a si em particular, a fazerem pinotes e piruetas discursivas para se conseguirem manter equilibrados nesse arame de falácia e corrupçãozinha xitada que vos governa as ambições. Podem continuar a governar-se assim, se gostarem. Eu prefiro gritar Benfica, mesmo quando perco, sabendo que quando ganho é só porque fomos melhores lá dentro, onde se joga.

    ResponderEliminar
  15. "Veja lá que achamos isso bem: a melhor coisa do nosso clube são os seus adeptos."

    Vendo bem as coisas, até vocês têm a consciência de que, tirando isso, pouco mais vos resta, não é mesmo?

    "É por eles e para eles que o clube se formou, se desenvolveu e continua a crescer."

    Desiluda-se, meu caro. Os clubes são formados para que os sócios tirem proveito deles, desfrutem deles, pratiquem actividades desportivas, ponham os filhos a praticar desporto, etc. Ora, a maior parte dos benfiquistas nunca pôs sequer os pés em Lisboa e muito menos no estádio da Luz. Tirando as imagens que vêem na televisão, até a cor das paredes do estádio desconhecem. O Benfica, actualmente, tem muito pouco de clube, não passa de uma marca comercial que as pessoas compram através dos kits à venda em qualquer posto dos CTT. Até você, com toda a prosápia que transparece, provavelmente nem sócio é.

    "a vergonha de ter um presidente sentado no mocho por ter sido vígaro na própria casa, fez-nos prezar mais o valor da honra e da respeitabilidade."

    Claro, claro. Foi por isso que lá puseram outro sobre quem recaem suspeitas de enriquecimento ilícito por tráfico de droga, tráfico de influências, apoio ilícito de claques não legalizadas, etc. É por isso que me revolta o facto das autoridades de Lisboa usarem pesos e medidas distintas na forma como investigam os dirigentes desportivos. Fosse o presidente encarnado investigado (e as suas escutas telefónicas publicadas) e veríamos se você não perderia logo as peneiras. Provavelmente faria como aqueles que apoiaram Vale e Azevedo enquanto foi presidente do SLB, para depois negarem o seu apoio quando a PJ o meteu na cadeia. São finos, os ratos...

    "tentar despertar essa consciência nas vossas mentes intoxicadas de ganhar, don't matter how."

    E nesse "ganhar, don't matter how" também se incluem estratagemas como, por exemplo, ir jogar para o Algarve com clubes-fantoche comprados através de empresas off-shore e aplicação de castigos absurdos aos jogadores adversários com base em interpretações viciadas dos regulamentos? Ou será que, na sua opinião, estas estratégias constituem uma forma limpa e honesta de ganhar um campeonato?

    "sabendo que quando ganho é só porque fomos melhores lá dentro, onde se joga."

    Veja lá, não queira ser mocho nem cornudo...

    ResponderEliminar
  16. Oh homem, use supositórios de glicerina para a encoprese e limas para os cornos. Já para a gritante nhurrice não há remédio que lhe valha. Olhe, peça ao papa para lhe pôr a mão na cabeça, pode ser que consiga despertar a réstea de decência que certamente alguém lhe há-de ter legado.

    ResponderEliminar
  17. "Oh homem, use supositórios de glicerina para a encoprese e limas para os cornos."

    Outra vez a deixar cair a toalha? Você não aguenta dois assaltos seguidos...

    ResponderEliminar
  18. Depois de 20 anos a ser assaltado, só deixo cair a toalha se alguém se baixar para apanhar sabonetes. Mas se vir por aí alguma toalha perto de si, não hesite: mesmo não sendo a minha, aproveite e limpe as mãos, se conseguir. É que o sarro de tanta fruta, rebuçado e lambujice pacóvia não deve ser fácil de sair.

    ResponderEliminar
  19. Quem semeia vento colhe tempestades,ou melhor,tacos de golfe.Quem não quer ser lobo não lhe veste a pele.

    ResponderEliminar
  20. Espero sinceramente que não aconteça nada de grave na final no estádio de Oeiras(Estádio Nacional)como alguns provincianos teimam em chamar-lhe pensando que tem muita piada,o que na verdade não passa de uma saloiada.Enfim....

    ResponderEliminar
  21. "Depois de 20 anos a ser assaltado"

    Sabe, meu caro, durante toda a minha vida eu vi o FC Porto ganhar tudo o que havia para ganhar, incluindo duas Taças dos Campeões Europeus, duas Taças Intercontinentais, uma Taça UEFA e uma Supertaça da Europa. Pelo contrário, não vi o Benfica ganhar absolutamente NADA! ZERO! Em termos desportivos, o clube da Luz é uma completa e absurda NULIDADE!
    Se você pretende continuar a viver nesse mundo de ilusão e de fantasia, acreditando que o clube lisboeta é o maior do mundo e arredores e que só não ganha nada por ser vítima de constantes "assaltos", é livre de o fazer, mas espero que tenha a consciência do papel ridículo e ingénuo que faz.
    A grandeza de um exército não se mede pelo número de soldados, mas pela importância das suas conquistas. Já era altura de o Benfica encarar a realidade, deixar-se de conversa de treta e ganhar alguma coisa lá fora, sem a preciosa influência e colaboração de Hermínios Loureiros e Ricardos Costas, compreende?

    "É que o sarro de tanta fruta, rebuçado e lambujice pacóvia não deve ser fácil de sair."

    Já que gosta tanto de falar em fruta, leia este texto. Abra os olhos! Pense com a sua cabeça! Nunca é tarde para aprender!

    ResponderEliminar
  22. "estádio de Oeiras(Estádio Nacional)como alguns provincianos teimam em chamar-lhe"

    De facto, os bois têm de ser chamados pelos nomes e, nesse sentido, não gosto nem concordo que chamem Estádio de Oeiras ao Estádio Nacional. Mas convenhamos que é também uma estupidez à boa maneira portuguesa andar a alimentar um "elefante branco" que não interessa a ninguém, que só é utilizado uma vez por ano na final da Taça de Portugal e que, além de tudo o mais, está ultrapassado e não apresenta as condições mínimas de segurança e conforto que se exigem actualmente de um recinto desta natureza.
    É evidente para qualquer pessoa com um par de olhos na cara que este estádio, que não passa de um resquício dos tempos do Estado Novo, está a ser mantido à custa de todos os portugueses unicamente para satisfazer os interesses mesquinhos de uma minoria.

    ResponderEliminar
  23. Sobre o(s) texto(s) de que vem recomendando a leitura, ofereço-lhe uma recomendação grátis: não os mostre ao parlapatão do seu papapatrão, não vá ele trocar a Fernandinha por mais uma benfiquista infiltrada. Já bastou a Carolina.

    ResponderEliminar
  24. "não vá ele trocar a Fernandinha por mais uma benfiquista infiltrada."

    Não se preocupe com a vida privada das pessoas (para isso já bastam as revistas cor-de-rosa) nem desvie as conversas para assuntos de lana-caprina. Preocupe-se, isso sim, em perceber a triste figura que os adeptos do Benfica fazem quando, ingenuamente, apontam o dedo aos outros por actos em que são sobejamente conhecidos aquém e além fronteiras.
    Como facilmente se constata, a fruta fresca não existe apenas nas casas de alterne do Norte mas também nas da capital, servida por funcionárias do SLB sempre prestáveis a assegurar o bem estar dos árbitros estrangeiros. A diferença reside unicamente nas autoridades da capital que se recusam a investigar a podridão que envolve o clube lisboeta e na corrupta comunicação social que vende ao público uma falsa imagem de honestidade e transparência.

    ResponderEliminar
  25. Diz o maior que o Benfica é "sobejamente conhecido aquém e além fronteiras." Obrigado pelo reconhecimento. Até o Michel Platini nos conhece e apelidou de batoteiros, não é verdade?

    "Como facilmente se constata, a fruta fresca não existe apenas nas casas de alterne do Norte mas também nas da capital, servida por funcionárias do SLB sempre prestáveis a assegurar o bem estar dos árbitros estrangeiros. A diferença reside unicamente nas autoridades da capital que se recusam a investigar a podridão que envolve o clube lisboeta e na corrupta comunicação social que vende ao público uma falsa imagem de honestidade e transparência."
    Mas, será que finalmente se nota um pequeno arredondamento na sua argumentação quadrada? Admite então a existência da fruta fresca do norte? A "única" diferença é mesmo ao nível das autoridades de Lisboa? Vai-se a ver e o Reinaldo é que manda também nas prestáveis funcionárias do SLB, e o Elefante Branco é um franchising do Calor da Noite.
    Vá lá homem, já que destapou um bocadito das palas que lhe antolhem o pensamento, aproveite: liberte-se delas e vai ver que, descarregada a bílis, o mundo lhe vai parecer mais agradável.

    ResponderEliminar
  26. "Obrigado pelo reconhecimento."

    Não tem que agradecer. Agradeça antes ao mister Howard King que fez uma excelente publicidade à recepção calorosa que o Benfica lhe proporcionou na sua visita a Portugal.

    "Até o Michel Platini nos conhece e apelidou de batoteiros, não é verdade?"

    Sim, é verdade. Talvez por se ter deixado iludir com a tentativa do "glorioso" de roubar o lugar na Liga dos Campeões ao FC Porto à custa de queixinhas na UEFA e estratagemas obscenos de secretaria. Mas, como também deverá estar recordado se acompanhou o caso, o mesmo Michel Platini afirmou posteriormente que, afinal, tinha a certeza de que o Porto não é batoteiro. Isto depois do próprio Conselho de Justiça da UEFA ter arquivado o processo e o TAS ter ilibado os azuis e brancos.
    Se você tivesse um pingo de vergonha e de consciência, nem sequer relembrava esse caso, pois qualquer cidadão português que se preze se sente envergonhado dessa tentativa obscena do Benfica de roubar o lugar do campeão nacional na Liga dos Campeões dessa forma vil e rasteira que, mais do que prejudicar o FC Porto, colocou a imagem de todo o país em causa aos olhos da Europa.
    Um clube que se diz grande não se pode dar ao luxo de agir dessa forma tão baixa e rasca. É por esse motivo que a máquina propagandista encarnada pode tentar passar uma imagem impoluta do clube lisboeta, mas os seus actos denunciam a mentalidade mesquinha e destrutiva com que o Benfica tenta atropelar tudo à sua volta em nome dos seus interesses privados.

    "Admite então a existência da fruta fresca do norte?"

    Ora, não se faça de desentendido! No texto que eu escrevi sobre esse assunto e cuja leitura eu lhe recomendei, afirmei claramente o seguinte:

    «A verdade é que não é necessário muito esforço para encontrar na Internet vários testemunhos de gente relacionada com o mundo do futebol que comprovam que a oferta de favores de profissionais do sexo aos senhores do apito é prática generalizada no futebol, não sendo exclusiva de nenhum clube em particular nem tão pouco do nosso país.»

    As minhas críticas prendem-se essencialmente com a actuação das autoridades de Lisboa que agem com dois pesos e duas medidas na forma como investigam a podridão existente no mundo do futebol português, nuns casos desbaratando milhões de euros dos portugueses em infindáveis e infrutíferos processos (e respectivos recursos), noutros casos assobiando para o ar quando estão em causa os interesses mesquinhos da capital. É essa dualidade de critérios que nenhum cidadão português que se preze pode considerar aceitável num estado de direito como o nosso, e é isso que você deveria ser capaz de compreender se analisasse os factos com consciência cívica, livre desse "benfiquismo" absurdo que lhe tolhe a visão e o raciocínio.

    ResponderEliminar
  27. Façam uma muito boa viagem até Lisboa,para o Jogo da Taça,temos a certeza que não trazem as bolas de golfe...

    ResponderEliminar