segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Meninos e meninas, bem vindos ao Circo!

Todos nós sabemos que o futebol é um terreno fértil em situações insólitas, mas o facto da Direcção do Benfica ter andado, nas últimas semanas, a apelar aos adeptos benfiquistas para não apoiarem a sua própria equipa nos jogos fora, para vir agora, ela própria, pedir 2500 bilhetes para o clássico do Dragão, ultrapassa os limites do razoável, caindo, com estrondo, no domínio do ridículo. A situação é de tal forma absurda que me leva mesmo a questionar se os dirigentes encarnados agirão de acordo com uma estratégia delineada em função dos interesses do clube, ou se navegam simplesmente ao sabor dos delírios microcéfalos do seu presidente. Seja lá qual for o caso, parecem empenhados em transformar o futebol num triste e lamentável espectáculo circense.
Lá diz o povo que à mulher de César não basta ser séria, tem de parece-lo. Neste sentido, por muito que a Direcção benfiquista tente disfarçar os seus actos com uma pretensa capa de moralismo, arvorando-se em paladina na luta pela verdade desportiva, a triste realidade é que as suas constantes contradições e incoerências, para além da hipocrisia e desonestidade dos seus argumentos, desmascaram os seus verdadeiros objectivos: a hegemonia do futebol português à custa da chantagem e da coação.
Nesta altura do campeonato, só alguém estupidamente ingénuo poderá continuar a acreditar na boa-fé desta gente e, pior ainda, dar ouvidos aos seus apelos. Resta-nos esperar que, para além do bom-senso e da inteligência, impere também a coragem entre os portugueses para combater tão vil atentado aos interesses do futebol nacional.

1 comentário:

  1. Mas afinal, qual é o teu problema?

    Queres que os Benfiquistas vão às antas (sim, porque dragões, não existem, é apenas um símbolo que ao fcp não se aplica) par serem alvos de bolas de golfe?

    Assim podem dar-lhes outro uso, mais prazenteiro ao vosso gosto de lilazes!

    ResponderEliminar