segunda-feira, 4 de abril de 2011

Foi um rio de fogo que extravasou Portugal

 O dia de ontem, 3 de Abril de 2011, ficará para sempre na minha memória. Não apenas pelo facto de o FC Porto ter conquistado o seu 25º título de campeão nacional, nem por esta conquista se ter concretizado em casa do seu maior rival, mas por esta vitória ter sido o extravasar da revolta que enchia a alma e o coração dos adeptos portistas (e não só) desde o final da vergonhosa época de 2009-2010, em que, graças a todo um conjunto de estratagemas de secretaria, a verdade desportiva foi ostensiva e despudoradamente manipulada em favor de um clube lisboeta. Ontem, bem podiam os dirigentes benfiquistas proibir a entrada de bandeiras, tarjas e cachecóis, que nem assim impediriam os adeptos azuis e brancos de manifestar, a uma só voz, o amor que sentem pelo seu clube. Bem podiam recebê-los à pedrada, que nem assim os demoveriam de prestar o seu apoio incondicional à equipa. Bem podia Duarte Gomes prejudicar descaradamente o FC Porto com uma dualidade de critérios gritante, que nem assim os nossos jogadores deixariam de lutar até à exaustão pelos seus objectivos. Bem podiam apagar as luzes do estádio e ligar o sistema de rega do relvado, que nem assim evitariam a alegria e a euforia contagiante dos festejos. Ontem, no meio da escuridão que cega e tolhe a mente dos medíocres, uma luz brilhou a direito, ofuscou as demais: a chama do Dragão! E dessa chama viva, intensa, brilhante, vibrante, nasceu um rio de fogo que se expandiu de Norte a Sul, uma onda azul avassaladora que encheu as ruas, avenidas e praças, de Portugal e além fronteiras, levando a todos esta mensagem: SOMOS CAMPEÕES! SOMOS CAMPEÕES! SOMOS CAMPEÕES!

«PONTA DELGADA - As buzinas começaram a ser ouvidas na marginal da cidade poucos minutos depois do final do jogo, que o FC Porto venceu por 2-1, formando-se caravanas de automóveis a festejar a conquista do título nacional. Os adeptos do FC Porto juntaram-se nas imediações das Portas da Cidade, local tradicional dos festejos em Ponta Delgada, onde se agitaram bandeiras e cachecóis "azuis e brancos" e se entoaram cânticos de vitória. A festa estendeu-se um pouco por toda a cidade, com as caravanas automóveis a circularem por várias ruas, sempre com as buzinas a tocar, dando conta da vitória do FC Porto.»

«CABO VERDE - Dezenas de adeptos cabo-verdianos do FC Porto estão a festejar nas ruas da Cidade da Praia a vitória no campeonato de futebol em Portugal. No tradicional local dos festejos da capital cabo-verdiana, a Avenida Cidade de Lisboa, dezenas de veículos circulam com as bandeiras portistas, mas é nos bairros periféricos que a festa se faz mais sentir. Com cachecóis e bandeiras, buzinas e apitos, dezenas de pessoas, na sua grande maioria jovens, estão a festejar e a cantar vivas ao novo campeão português em bairros como Tira Chapéu e Terra Branca e ainda na Achada de Santo António, Plateau e Palmarejo.»

«FARO - Uma caravana com cerca de uma dezena de automóveis comemorou hoje na baixa de Faro o 25.º título nacional de futebol conquistado pelo FC Porto. Após o encontro, foi necessário esperar cerca de uma quarto de hora para os primeiros portistas começarem a aparecer junto ao Jardim Manuel Bívar, no centro de Faro, primeiro de forma desorganizada e depois integrando uma caravana que não foi muito além dos 10 veículos»

«MAPUTO - Uma forte tempestade "fora de época" travou hoje os festejos dos portistas de Maputo, que encheram cafés e restaurantes durante o encontro com o Benfica, mas tiveram que recolher a casa face à chuva que caiu na capital moçambicana. Quando o árbitro apitou para o fim do jogo, que deu o 25.º título português de futebol ao FC Porto, os portistasá deram largas à sua alegria, mas depois caíram "no real" quando deram contra da chuva que inundava a cidade. Apesar de o jogo ter sido transmitido em sistema aberto pelo canal público moçambicano de televisão TVM, os restaurantes e cafés da zona alta de Maputo encheram-se de adeptos, a maioria com as cores azul e branca, que praticamente gritaram do princípio ao fim do desafio. "É o Helton, pá"", gritou-se numa churrascaria da avenida 24 de Julho, quando o guarda -redes do FC Porto defendeu um remate a poucos minutos do fim, já os adeptos do Benfica tinham pedido a conta e abandonavam o local.»

«ALENTEJO - A conquista do 25.º campeonato nacional de futebol pelo FC Porto foi comemorada hoje esporadicamente nas principais cidades do Alentejo, uma região onde a maior parte dos adeptos de futebol são do Benfica e do Sporting. Em Évora, na Praça do Giraldo, considerada a "sala de visitas" da cidade, a agência Lusa constatou que o número de pessoas a comemorar a conquista do campeonato pelo FC Porto era escasso, enquanto noutras zonas foram ouvidas algumas buzinas de automóveis. Mais a sul, em Beja, os festejos da conquista do campeonato pelo FC Porto foram também muito tímidos, com a Lusa a verificar que não se realizaram festejos organizados nas principais ruas e avenidas da cidade alentejana. Pelas 23h00, na Praça António Raposo Tavares, onde normalmente ocorrem as concentrações de festejos desportivos, juntaram-se alguns automóveis com adeptos portistas, que pararam e buzinaram durante alguns minutos. A festa do título do FC Porto passou também ao lado da cidade de Portalegre, já que a Lusa, depois de uma ronda pelas principais artérias da cidade, não observou quaisquer festejos de adeptos "azuis e brancos".»

«COVILHÃ - Cerca de meia centena de adeptos do FC Porto fizeram a festa na Praça do Município, na Covilhã, pouco depois das 23h00, para comemorar a conquista do campeonato nacional de futebol. "Campeões na Luz" foi uma das frases mais vezes entoada por entre buzinas de alguns veículos que se juntaram à festa e que, por mais de uma vez, circularam na rotunda do centro da cidade. Com cachecóis e camisolas do FC Porto, os adeptos "azuis e brancos" festejaram ao lado de mais de uma centena de apoiantes do Sporting da Covilhã, que entretanto chegaram à cidade. Três autocarros regressavam de Moreira de Cónegos, onde o Covilhã empatou a uma bola com o Moreirense na luta pela manutenção na Liga de Honra, mas a massa "leonina" que apoiou o clube da cidade passou ao lado da festa.»

«LISBOA - Uma centena de adeptos do FC Porto juntou-se no domingo junto à casa do clube em Lisboa para festejar o 25.º campeonato nacional de futebol, após uma vitória (2-1) no Estádio da Luz frente ao Benfica.
Logo após o apito final, três dezenas de adeptos, que assistiram à partida na casa do FC Porto em Lisboa, na Avenida da República, saíram à rua para festejar a conquista do campeonato.
Há medida que os minutos passavam iam chegando mais adeptos com cachecóis, tarjas e alguns cartazes com imagens do presidente dos "dragões", Pinto da Costa»

«SETÚBAL - Adeptos do FC Porto festejaram hoje na Avenida Luísa Todi, em Setúbal, o título de campeão nacional de futebol, conquistado hoje com um triunfo por 2-1 sobre o Benfica no estádio da Luz, mas alguns esperavam uma festa maior.
Em caravana automóvel, os adeptos que assistiram ao jogo do título na Casa do Dragão na cidade do Sado juntaram-se a muitos outros que desfilaram pela avenida Luísa Todi e por outras ruas da cidade logo que terminou a partida com o Benfica.»

«COIMBRA - Centenas de automobilistas celebraram hoje em Coimbra a conquista do 25.º título nacional de futebol pelo FC Porto, após a vitória por 2-1 do sobre o Benfica, juntando-se numa concentração na Praça da República.
Um mar de cachecóis e bandeiras, buzinas e cânticos deram tom à alegria de centenas de portistas, que rejubilavam com "vingança" contra o Benfica, o seu maior rival campeão nacional na época passada, e agradeciam o falhanço do guarda-redes do Benfica que originou o primeiro golo.
"Roberto, Roberto, Roberto. Estou a agradecer ao Roberto, porque ajudou o FC Porto, mais uma vez, a ser campeão. Como não posso estar em Lisboa ou no Porto, festejo com os meus amigos portistas de Coimbra", disse o brasileiro Geovane, à agência Lusa, fã de Hulk e de Helton.
"E quem não salta é 'lampião'", "Campeões, campeões, nós somos campeões" e "Pinto da Costa, olé, olé" eram os slogans mais ouvidos.»

«BRAGA - Milhares de adeptos do FC Porto festejaram hoje nas principais ruas e avenidas de Braga.
As artérias do centro da cidade, habitualmente percorridas em noites de festa futebolística, foram inundadas por largas centenas de automóveis e milhares de adeptos portistas, que festejaram entusiasticamente o 25.º título dos "Dragões", conquistado na casa do principal adversário.
A maior concentração deu-se sensivelmente a meio da Avenida da Liberdade, onde os adeptos entoavam cânticos de apoio ao FC Porto -- e contra o Benfica -, abanando os carros que por ali passavam.»

«AMARANTE, PENAFIEL E FELGUEIRAS - Em Felgueiras, Penafiel ou Amarante centenas de adeptos começaram a festejar logo após o jogo com o Benfica, que o FC Porto venceu por 2-1.
Nas ruas ouvia-se "campeões, campeões", por entre o som das buzinas dos carros, com adeptos dentro das viaturas ou a pé a darem azo à sua alegria.
Em Amarante, muitos adeptos concentraram-se na zona do Arquinho, em Penafiel na avenida principal, junto à câmara, e em Felgueiras também junto aos paços do concelho»

«LOUSADA, MARCO DE CANAVESES E PAREDES - Concelhos onde há muitos adeptos do FC Porto, também saíram à rua milhares de pessoas.
Nos centros das várias localidades houve congestionamento de tráfego provocado pelos adeptos que paravam os automóveis para festejarem, exibindo cachecóis e bandeiras.
Os cânticos ouvidos tinham a ver com o título, mas também com frases dirigidas ao Benfica.»
 
In Sábado e Correio da Manhã.

Somos cada vez mais, unidos em torno da causa azul e branca! Somos cada vez mais, aqueles que acreditam no poder do trabalho, do esforço e do sacrifício! É destes exemplos de glória e de ambição que o país precisa! VIVA O FC PORTO!

Sem comentários:

Enviar um comentário