domingo, 1 de maio de 2011

Que gozo me deu!

Por motivos profissionais, vi-me obrigado a assistir ao Porto-Villareal em Bragança, num restaurante que tive o cuidado de escolher, não pelas suas especialidades gastronómicas, mas pelo simples facto de ter SportTV. Ainda assim, sabendo que muitos brigantinos (tal como acontece com muita gente das vilas e cidades do interior) pendem para os clubes de Lisboa, temia que a preferência fosse dada à transmissão do jogo Benfica-Braga que se realizava à mesma hora. Felizmente para mim e para vários outros Dragões que ali se encontravam, o proprietário do restaurante era um assumido adepto dos azuis-e-brancos e foi num belo plasma que assistimos à goleada imposta pelo FC Porto aos espanhóis de Villareal. No entanto, para que ninguém se sentisse melindrado, o dono do restaurante teve o cuidado de ligar, no extremo oposto da sala, um segundo televisor no qual se podia acompanhar também a transmissão do jogo da Luz, pelo que se gerou uma curiosa situação em que, qual partida de ténis, os comensais iam virando a cabeça, ora para um lado, ora para o outro, conforme os lances importantes iam surgindo nas duas televisões. É claro que os clientes afectos ao clube lisboeta ganharam o primeiro "set" desta partida, mercê do golo do Villareal e do primeiro golo do Benfica, mas o golo bracarense e a mão cheia de golos do Dragão que os portistas foram festejando efusivamente ao longo dos segundos 45 minutos foram demasiado indigestos para os pobres coitados que, a partir de uma determinada altura, já só queriam pagar a conta para se porem rapidamente a andar dali para fora. Que gozo me deu!

1 comentário:

  1. Terra que conheço bem, onde era um antro de lampiões doentes, agora assiste-se a uma natural imposição das novas gerações que vestem com muito orgulho as cores do FC Porto.

    Abraço

    ResponderEliminar