segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

11500!


Foram nada mais, nada menos que 11500 adeptos a assistir, nas bancadas do Dragão, ao primeiro treino de 2012! 11500!
Depois da tempestade, a bonança. A nação azul e branca deu uma prova cabal de força, demonstrando que está unida em torno da equipa e que acredita que este grupo de trabalho tem capacidade para ir muito mais além. Espera-se agora que Vítor Pereira e seus pupilos sejam capazes de retribuir tamanho apoio com uma exibição de gala já no próximo sábado, frente ao Sporting. Força Porto, rumo ao título!

4 comentários:

  1. O treino foi a um domingo, com toda a gente de férias, tudo o resto fechado (restaurantes, lojas,centros comerciais e cinemas), num estádio que está no meio da cidade. O treino dos 1000 foi num dia de trabalho, a meio do dia, a 40km do centro da cidade e num campo de treinos. São tudo diferenças “pequenas”.

    ResponderEliminar
  2. 1) Mesmo sendo a um domingo, estando de férias e com tudo fechado, aqueles milhares de pessoas poderiam, ainda assim, encontrar montes de alternativas. Se optaram por ocupar o seu dia de Ano Novo assistindo ao treino é porque estão com a equipa e quiseram demonstrá-lo claramente.

    2) Outras equipas já tiveram treinos em situações semelhantes e não consta que tenham tido 11500 pessoas a assistir.

    3) Eu não faço a mínima ideia do que é esse "treino dos 1000" a que se refere, mas essa tentativa de comparação denota inveja mal disfarçada.

    ResponderEliminar
  3. Não, não é inveja, gosto é pouco de manipulação de números. Claro que ter 11000 pessoas num treino é sempre de assinalar, pela raridade, mesmo que o espectáculo tenha sido de borla. Mas foi em condições muito especiais, 1º de janeiro num domingo e tudo o que demais foi explicado. Apenas isso, nada mais. Ter o estádio no centro da cidade ajuda muito quando há poucas alternativas. Claro que grande parte dos adeptos estão sempre com a equipa, não faltava mais nada.

    PS: O que há para fazer num domingo com tudo fechado é ver TV, o que se faz todos os dias, sentar-se a ler um bom livro, ir dar um passeio à praia se tiver bom tempo (e carro), encontrar-se com amigos, etc. Há de facto muito para fazer.

    ResponderEliminar
  4. 1) Numa altura em que os estádios se encontram cada vez mais vazios, o facto de tantos milhares de pessoas se terem deslocado ao Dragão para assistirem a um simples treino acaba por ser uma demonstração de que o seu afastamento se deve apenas ao exorbitante preço dos bilhetes dos jogos (com o previsto agravamento para este ano causado pelo aumento do IVA) e não pela falta de vontade de apoiar a sua equipa. Estas manifestações são sempre importantes para os jogadores, principalmente numa altura em que se avizinham jogos decisivos.

    2) O Dragão situa-se junto à VCI, na zona oriental da cidade. Não vejo que a distância deste estádio ao centro do Porto seja muito inferior à dos estádios das outras cidades principais, salvo algumas excepções pontuais.

    3) Por muito que você pretenda retirar-lhes importância, estar com a família, ver TV, ler um livro ou dar um passeio, são simples prazeres da vida que constituem alternativas apetecíveis (e económicas) a fazer vários quilómetros para ir assistir a um simples treino.

    ResponderEliminar