terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Breves...

1) A saída de Walter para o Cruzeiro e as paupérrimas exibições que Kléber teima em protagonizar vieram apenas reforçar a já enraizada ideia de que o FC Porto necessita urgentemente de ir às compras para reforçar o sector atacante. No entanto, vamos já a meio de Janeiro e não se vislumbram quaisquer movimentações nesse sentido. Não tenho dúvidas de que a SAD portista nos reserva uma surpresa para o final do mês, restando apenas saber se será boa ou má: ou irá tirar um coelho da cartola quando menos se espera, ou simplesmente irá deixar passar a abertura do mercado sem solucionar um problema que está bem patente aos olhos de todos e que poderá custar a perda do título de campeão nacional para os rivais lisboetas.

2) Não tenho memória de ter assistido a tantos problemas envolvendo a transferência de jogadores para o FC Porto como os que aconteceram esta época. Primeiro foi Mangala, cujo atraso no pagamento motivou uma queixa à UEFA por parte do Standard Liège, de nada valendo a justificação apresentada pelo FC Porto de que se encontrava à espera do pagamento de Falcao por parte do Atlético de Madrid. Agora surge a novela Danilo, um internacional brasileiro que, não obstante o valor extraordinariamente elevado pago pelo FC Porto ao Santos, continua impossibilitado de alinhar de azul e branco simplesmente porque o presidente do clube brasileiro assim entende. Não sei exactamente quanto tempo mais é que a SAD pretende admitir tal situação, mas a tão propalada dureza negocial que durante anos lhe foi reconhecida começa a dar mostras de uma preocupante flacidez.

3) Hulk sofreu uma distensão muscular no jogo com o Rio Ave, uma lesão mais grave do que inicialmente se supunha e que irá provocar a sua ausência durante um número ainda indefinido de jogos. A saída do Incrível frente aos vila-condenses acabou por abrir espaço para o surgimento de um outro super-herói, James, que carregou a equipa aos ombros para a vitória e fez dois golos de belo efeito. Mas, sabendo-se da importância que Hulk tem nesta equipa, não deixa de ser preocupante a sua ausência, principalmente numa altura em que o FC Porto não se pode dar ao luxo de perder mais pontos.


Sem comentários:

Enviar um comentário