segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Carlos Lisboa em todo o seu esplendor

Os espanhóis acusam o treinador de basquetebol do Benfica, Carlos Lisboa, de ser o principal causador dos incidentes verificados no jogo de anteontem com o Cáceres e que culminaram com o abandono da equipa portuguesa a 4,09 minutos do final, quando o resultado era favorável aos anfitriões, por 88-84. Segundo o diário espanhol “Hoy”, «o treinador do Benfica contestou desde o início o trabalho da dupla de arbitragem (Esperanza Mendoza e Francisco Rastollo), queixando-se do elevado número de faltas averbadas à sua equipa».
Os "nuestros hermanos" ainda não conheciam as cenas lamentáveis que este energúmeno é capaz de protagonizar e abrem a boca de espanto. Para nós, que já fomos vítimas do seu comportamento execrável, estes actos não constituem surpresa, tal como já não é nova a situação de um jogo interrompido antes do final por desacatos perpetrados por elementos encarnados. Lamenta-se apenas a triste imagem de mau perder e de anti-desportivismo dada pelo Benfica no estrangeiro, o que envergonha todo o desporto português.

Sem comentários:

Enviar um comentário