sábado, 1 de dezembro de 2012

Gestão danosa

No final da partida com o Braga que ditou o afastamento do FC Porto da Taça de Portugal, Vítor Pereira afirmou que a responsabilidade pela escolha de vários jogadores menos utilizados ao longo da época (apenas quatro jogadores agora utilizados são habitualmente titulares) era única a exclusivamente dele. Bem pode dizê-lo, já que, nesta altura, ninguém tem dúvidas de que o principal motivo da derrota foi exactamente a profunda reforma na estrutura da equipa operada pelo técnico portista.
Já todos sabemos que uma grande época passa necessariamente por uma boa gestão do plantel. Nesse sentido, é expectável que o treinador proceda a alterações na equipa que permitam refrescar os jogadores, dando descanso aos mais utilizados e tempo de jogo aos menos utilizados. No entanto, estas alterações devem ser pontuais e diluídas ao longo da época e nas várias competições, de forma a não prejudicar o normal rendimento da equipa principal. Não me parece minimamente inteligente alterar a estrutura de forma tão radical como agora aconteceu, muito menos quando o FC Porto defrontava um adversário de grande valor, com tradição de ser muito complicado no seu reduto e ainda para mais num jogo de tudo ou nada onde qualquer deslize seria irreversível. A consequência desta aventura foi o afastamento de uma competição que era assumida como um dos principais objectivos a nível interno, imediatamente a seguir à revalidação do título de campeão nacional.
Na próxima terça-feira, o FC Porto terá mais um compromisso para a Liga dos Campeões, desta feita em Paris onde defronta o PSG. Com a passagem aos oitavos já garantida, resta ainda amealhar o prestígio e os milhões de euros de prémio que uma vitória no Parque dos Príncipes e o 1º lugar do grupo nos conferirá. A casa do FC Porto da capital francesa já garantiu a presença em massa de apoiantes para este jogo, pelo que estão reunidas todas as condições para que possamos viver mais uma noite de glória europeia. Exige-se que assim seja, depois da desilusão da Taça de Portugal.

6 comentários:

  1. Efectivamente foi gestão danosa, mas não foi ao nível do plantel, foi sim, ao nível do recrutamento do árbitro, cujo perfil de oposição aos rivais do fcp até fazia prever um desenlace feliz.
    Mas pelos vistos os rha (recursos humanos dos arbitos) do fcp falharam redondamente, ao contrário do que aconteceu no jogo do campeonato, e o fcp perdeu!

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  3. Basta ler o meu artigo intitulado "O larápio bem querido" para se perceber bem qual era a predisposição do árbitro para este jogo e o critério usado para cada uma das equipas, mas enfim, não se espera que um adepto do Benfica obcecado por arbitragens (como, aliás, todos o são) tenha capacidade de discernimento para entender isso.

    P.S. - Folgo em ver que o digníssimo participante mantém-se a par da actualidade deste blogue e que até já é capaz de escrever sem os habituais impropérios. É bom sinal, quem sabe ainda venhamos a assistir aqui a uma conversão clubística. Não seria o primeiro, garanto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "um adepto do Benfica obcecado por arbitragens (como, aliás, todos o são)"

      Cuidado com as generalizacões. Não custa assim tanto e faz maravilhas por qualquer diálogo entre pólos opostos. Vou exercer eu próprio esse princípio e assumir que nem todos os adeptos do FCP odeiam cegamente o Benfica e os benfiquistas.

      Eliminar
  4. "Bracarenses, erguei-vos!"

    E ergueram-se muito bem! Sim, porque aqui dá-se os parabéns e reconhece-se o mérito a quem o tem. Chama-se a isso ter carácter, coisa que, infelizmente, não existe noutros clubes medíocres que se dão mal com o sucesso dos outros.

    "Outro ditado: Pela boca morre o peixe. (neste caso morcão)"

    Oh, que pena, estava a ir tão bem, mas tinha de estragar tudo mesmo no final... No fundo, é a sina dos benfiquistas, não é mesmo? Começam sempre tão bem e acabam sempre tão mal...

    ResponderEliminar
  5. "Nem sei porque vou perder tempo a responder a um paciente psiquiatrico! Mas vá lá! O unico obcecado aqui és tu. (morcão)"

    Já o avisei de que, enquanto não se comportar de forma civilizada, não terá aqui espaço de antena. A minha resposta é só esta: delete!

    ResponderEliminar