quarta-feira, 6 de março de 2013

Lá como cá, flutua-se ao sabor dos interesses

Quando o FC Porto derrotou o Málaga em jogo a contar para a Liga dos Campeões, a imprensa espanhola não se fez rogada a atacar o árbitro da partida por ter validado o golo de Moutinho que, alegadamente, se encontrava em fora-de-jogo. Os títulos dos diários espanhóis ilustraram bem a indignação dos "nuestros hermanos" sobre o lance: « El Málaga, robado, sale vivo de Oporto», « Un gol en fuera de juego, tumba al Málaga»... Curiosamente, ao passar os olhos pelas capas de hoje, não se vislumbra a mesma indignação em relação aos casos polémicos do jogo de ontem, principalmente à expulsão injusta de Nani que, como foi fácil de constatar, adulterou completamente o rumo da partida e abriu as portas à passagem do Real Madrid à próxima eliminatória.
 
Como também se esperava, a imprensa britânica não concorda com essa postura e agora é a sua vez de se mostrar indignada com a actuação do juíz turco. Enfim, lá, como cá, a imprensa flutua ao sabor dos interesses.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário