sexta-feira, 24 de maio de 2013

FIFA condena guardanapos da Madeira

A FIFA condenou o Marítimo a pagar 2,53 milhões de euros ao Atlético Mineiro por incumprimento do acordo que existia entre os clubes relativamente ao Kléber.
Recorde-se que Carlos Pereira, presidente do Marítimo, não poupou o FC Porto a um chorrilho de insultos na sequência da transferência do avançado brasileiro para o Dragão, chegando mesmo a acusar os portistas de tratarem o clube insular como um "guardanapo que se usa e deita fora". No entanto, o Marítimo já havia perdido os processos que interpôs na FPF contra os dragões e voltou agora a perder junto da própria FIFA, o que diz bem sobre a honestidade dos argumentos e a legitimidade das pretensões do clube funchalense.
Lamenta-se que os adeptos madeirenses se tenham deixado levar pelo discurso incendiário do seu presidente, deixando agora o clube na iminência de pagar uma quantia que, com toda a certeza, fará mossa nas suas finanças. Mas, atendendo a que, na sua maioria, torcem mais pelo Benfica do que pelo Marítimo em si, o mais provável é que não se mostrem minimamente preocupados com tal facto e até, quem sabe, culpem o Pinto da Costa pelo seu infortúnio. É o costume...

Sem comentários:

Enviar um comentário