segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Iturbe: mais uma eterna promessa?

Paulo Fonseca afirmou recentemente que Iturbe está a trabalhar bem e que conta com ele para a época desportiva, dando assim por encerrada a questão de um eventual empréstimo. Confirmando esta ideia, o técnico portista fez entrar Iturbe para a ala esquerda, por troca com Licá, aos 77 minutos do jogo de ontem frente ao Marítimo, dando assim ao argentino uma oportunidade de que já não beneficiava desde Setembro de 2012. No entanto, nos cerca de 15 minutos que esteve em campo, o jovem pouco ou nada rendeu, desiludindo, uma vez mais, todos aqueles que ainda acreditam no seu potencial. 
Mesmo considerando a provável saída de Varela, Iturbe continuará a ter concorrência de peso para as posições que poderia ocupar na equipa portista, pelo que, atendendo ao seu baixo índice de aproveitamento, dificilmente o argentino conseguirá garantir o estatuto de 2ª escolha e muito menos o de titular. Como tal, não acredito que a hipótese de empréstimo do esquerdino a um clube de Espanha ou Itália esteja totalmente fora das cogitações de Paulo Fonseca, tanto mais que não parece faltar clubes interessados. Além de Inter, Verona e Espanhol, surgiu hoje mais um nome a juntar ao lote de possíveis destinos para Iturbe: o Génova. 
Sinceramente, acho que seria mesmo benéfico, quer para o clube, quer para o próprio jogador, um ano de experiência na Liga espanhola ou italiana. Caso contrário, o argentino arrisca-se a tornar-se mais uma daquelas jovens promessas que nunca passaram disso mesmo: uma promessa.

Sem comentários:

Enviar um comentário