terça-feira, 29 de outubro de 2013

Casuals

«Fonte policial confirma que os adeptos que este domingo provocaram os distúrbios junto à porta 25 do Estádio do Dragão eram apoiantes do Sporting: de acordo com o gabinete de Relações Públicas da PSP os referidos adeptos foram identificados através de tatuagens e outros símbolos do clube.
São suspeitos da prática dos crimes de participação em rixa e introdução em local vedado ao público, como a polícia já revelou em comunicado.

Outra fonte policial revelou ao Maisfutebol que os adeptos que provocaram os distúrbios são um dos sub-grupo de apoiantes do Sporting: os Casuals. São de resto elementos referenciados pela Unidade Metropolitana de Informações Desportivas.»

In Maisfutebol.
 
Hoje, num comunicado oficial publicado no site do clube, o Sporting afirmou o seguinte:

«Até ao momento, ao serem vistas as imagens televisivas e fotográficas disponibilizadas, verificou tratar-se de um conjunto de pessoas onde as únicas que se conseguem identificar são do clube da casa.» 

Será que agora, depois da PSP confirmar que este grupo de criminosos é efectivamente uma claque do Sporting, a direcção leonina vai condenar os actos dos seus adeptos ou irá hipocritamente continuar a tentar desviar as atenções, queixando-se, por exemplo, de lhes terem tirado a televisão?

domingo, 27 de outubro de 2013

Gostei muito de te ver, leãozinho

Depois da derrota frente ao Zenit, o FC Porto ficou a dever aos seus adeptos, não apenas uma vitória, mas uma vitória com uma exibição convincente. Calhou ao Sporting o infortúnio de vir ao Dragão pagar a factura e, honra lhes seja feita, os de Alvalade regressaram à capital sem nada a dever. Pagaram até ao último cêntimo!
Depois de uma semana em que a imprensa lisboeta carregou o Sporting em ombros elevando-o à condição de favorito para este jogo, aquilo que se viu afinal foi um leãozinho tolhido de medo, esmagado por um dragão muito superior a todos os níveis. Leonardo Jardim bem pode vir agora tentar inverter os factos afirmando que o Porto marcou dois golos sem o justificar, mas a verdade é que, se o resultado de 3-1 acabou por ser injusto, foi porque o golo dos visitantes constituiu um prémio demasiado simpático para uma equipa que praticamente se limitou a ver os dragões a jogar durante os 90 minutos. De facto, se excluirmos aquelas duas portentosas defesas consecutivas de Helton já a meio da 2ª parte, o Sporting pouco ou nada conseguiu fazer para contrariar o domínio avassalador dos azuis e brancos que conquistaram assim, com toda a justiça, três pontos que nos colocam ainda mais isolados no 1º lugar da Liga.

P.S. - Gostei de ver o presidente leonino sentado no banco. Depois de uma semana inteira a aturar as suas provocações e remoques, deu-me imenso gozo vê-lo ali como um porquinho cor-de-rosa, de olhos esbugalhados a olhar para todo o lado, meio aturdido, à procura do camião que atropelou a sua equipa. Fica mais uma vez provado que a melhor resposta para a bazófia e a parvoíce desta gentinha é aquela que o FC Porto tão bem sabe dar dentro das quatro linhas.