terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Dignidade e carácter II


Esta imagem já está a navegar na net e a causar revolta. Muitos adeptos leoninos colocaram cachecóis do Sporting junto da estátua de Eusébio, pretendendo assim homenagear um jogador que foi, não só do Benfica, mas também da Selecção Nacional e, como tal, ídolo de todos os portugueses. Lamentavelmente, um segurança do Estádio da Luz foi fotografado a retirar esses cachecóis.
É pouco provável que tal atitude tenha partido da iniciativa do segurança, pelo que urge averiguar quem terá dado a ordem de retirar os referidos cachecóis, deixando apenas os símbolos encarnados e da Selecção Nacional junto da estátua, um acto que espelha bem a falta de carácter e de dignidade desta gente que, até num momento com esta significância, consegue colocar a sua mesquinhez acima dos valores humanos. Deplorável, é o mínimo que se pode dizer!

P.S.- O Benfica reagiu entretanto através do seu site oficial alegando que os cachecóis foram retirados para sua protecção, já que foram alvo de actos de vandalismo durante a noite por parte de adeptos encarnados. A ser verdade, compreende-se a atitude da Direcção encarnada, mas a mesma suscita-me uma questão: não seria mais fácil e mais lógico montar barreiras de segurança em torno da estátua que impedissem eficazmente  a aproximação dos vândalos, em vez de retirar os cachecóis do sítio onde se encontravam? E como irão colocá-los de novo? Por cima dos outros ou escondidos onde ninguém os possa ver? Esperemos para ver...

7 comentários:

  1. Foi com muita sede ao pote desta vez e correu-lhe mal. Valia-lhe mais ter esperado para ver o que dava...assim ficou pior. O post scriptum não disfarca o suficiente esse dedo sempre no gatilho, pronto a disparar a tudo o que mexe, qual reflexo condicionado. Foi a chamada descarga precoce, desta vez.

    Fica-lhe bem, no entanto, o "Pior da Semana". Mais calma para a próxima, espere umas horas antes de atacar o repasto, que sempre evita azias.

    ResponderEliminar
  2. Quando é o própria direcção do seu clube a classificar como "mesquinhos" os actos de um grupo de vândalos que, comprovadamente, são benfiquistas, não sei que margem de manobra lhe resta para vir criticar quando falo em falta de dignidade e de carácter. Se errei nalguma coisa foi no alvo da minha crítica, mas, corrigido esse lapso, mantenho exactamente o que disse.
    De resto, lamenta-se que tenha sido tão lesto a criticar o meu comentário e não tenha escrito uma única palavra sobre os actos que estiveram na origem desta situação.

    ResponderEliminar
  3. O acto da direccão foi correcto e mesmo alguém crítico de LFV e da sua direccão, como é o meu caso, admitirá que era difícil fazer outra coisa no imediato que näo fosse remover os cachecóis. A ideia, pelo que li, é de manter todos os objectos em exposicão mas protegidos, por exemplo com uma redoma de vidro. Até lá, esta era a solucão mais fácil, imediata e económica. Não o impediu de lancar deitar à rua o senso comum só para lancarmais uma farpa à direccão do SLB no seu post, mesmo quando viu que tinha "errado o alvo". Quanto aos actos que estiveram na sua origem, é obviamente de lamentar, mas vândalos há em todos os clubes e actos destes perpetrados por uma minoria irão sempre acontecer. A própria direccão, voz oficial do clube, os condenou, como certamente o farão a esmagadora maioria dos benfiquistas. A questão é que neste estabelecimento é prática corrente tomar o todo pelas partes, e mesmo quando a direccão do SLB critica (contundentemente, de resto) uma minoria de imbecis, você aproveita a oportunidade para fazer julgamentos de "dignidade e carácter" de uma instituicão e por inerência dos seus adeptos. De resto, o seu primeiro post foi feito com essa intencão, porque assumiu que a direccão do SLB tinha ordenado a remocão dos cachecóis por outros motivos que näo os reais. Em vez de assumir o erro incondicionalmente, redirecionou a sua crítica para uma minoria que nao representa o pensar e o sentir do clube e dos seus adeptos. É tapar o sol com a peneira, manifestamente. O veneno estava pronto a saír, e engoli-lo já não era solucão.

    ResponderEliminar
  4. @ bacalhau com belgas

    «
    vândalos há em todos os clubes e actos destes perpetrados por uma minoria irão sempre acontecer. A própria direcção, voz oficial do clube, os condenou, como certamente o farão a esmagadora maioria dos benfiquistas
    »

    pois está claro. é mesmo assim: «em todos os clubes».
    pena é que, quando somos nós a errar, não assumamos as culpas e generalizemos com o que existe em casa alheia. é uma boa maneira de se "sacudir a água do capote" e de se (in)tentar "passar incólume pelos pingos da chuva".
    o problema - e é de facto um problema - é que os elementos das claques ilegais do 5lb não são nenhuns meninos de coro e os actos que vêm perpetrando desde (pelo menos) a final da taça de 1996 não abonam nada em seu favor. escuso-me a enumerá-los pois são do conhecimento público. e este (triste) episódio dos cachecóis, bem como o da agressão a um adepto portista por lá ter colocado um daqueles adereços, só demonstra que são efectivamente uma cambada de energúmenos.
    e, quer queira quer não, o Desportivismo e o 'fair-play' são mesmo «uma treta» para o seu clube - a começar pelo que afirmam os seus mais altos representantes, «catedrático do Futebol» incluído.

    ResponderEliminar
  5. A Direccão do SLB não classificou os actos de "mesquinhos"? Não retirou os objectos como forma de os preservar? Não afirmou já que os vai recolocar? Ninguém sacudiu a água do capote, fez-se o que devia ser feito. O que parece tornar-se claro é que qualquer acontecimento serve para fortalecer a narrativa que vos interessa, mesmo acontecimentos como este, que mostram precisamente o contrário. Eu não me sinto minimamente representado pelas claques do Benfica, e essas claques não representam os milhões de adeptos do clube. Da mesma forma como julgo que não se sente representado pelo grupo de pessoas que foi ainda há pouco tempo atirar tochas contra o autocarro do seu clube, por exemplo, só para falar no caso mais recente.

    ResponderEliminar
  6. É verdade que a direcção do SLB soube sair airosamente deste imbróglio graças ao comunicado que publicou, o qual, refira-se, é o primeiro a denotar alguma decência e inteligência desde que Vieira assumiu a presidência do clube. No entanto, as palavras perdem o significado à vista de todos os que, nos últimos anos, foram assistindo à sucessão de actos hediondos perpetrados por elementos dos No Name Boys, uma claque que, não obstante ser a única ilegal no nosso país, continua a gozar de uma inexplicável e obscena protecção da mesma Direcção que agora a acusa de mesquinhez mas que fechou sistematicamente os olhos a actos bem mais graves. É claro que os NN serão sempre uma minoria quando comparados com a massa adepta do Benfica, o que causa ainda maior estranheza. Afinal, se a maioria dos benfiquistas é efectivamente contra este tipo de atitudes, como podem continuar a assistir serenamente a esta obscenidade?

    ResponderEliminar
  7. @ bacalhau com belgas

    vou ficar à espera que a direcção do seu clube reponha todos os cachecóis dos adeptos que os ofereceram ao "Pantera Negra" (inclusive e sobretudo os dos clubes rivais). repito: todos os cachecóis. mas vou esperar sentado, para não me cansar...
    (uma "coisa" é um comunicado; outra bem diferente é a pura e dura Realidade)

    mais do que as tochas, incomodam-me os petardos - cujas claques ilegais do 5lb (no name gays, diabos pouco vermelhos e 'casuals') são pródigas no seu rebentamento.
    quanto ao arremesso de tochas, fiquei mais indignado por só alguns dos elementos da claque terem tido o privilégio de poderem falar com a Direcção, com o Treinador e com os capitães de equipa - numa situação que demonstra que há dois tipos de adeptos dentro do clube.
    mas este assunto é do «forno interno» do clube e não é para ser discutido na praça pública, sobretudo com adeptos da "instituição"

    ResponderEliminar