quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Sporting Chorão de Portugal

Até meteu dó ver o Sporting a jogar no Estádio da Lã, perdão, da Luz. Os leõezinhos levaram um banho de futebol à moda antiga e só não perderam por uma mão cheia de golos porque na baliza esteve um Rui Patrício em noite inspirada, a contrastar com os avançados do Benfica que se fartaram de falhar oportunidades flagrantes. Quando uma equipa consegue fazer o seu primeiro remate enquadrado com a baliza adversária aos 82 minutos de jogo, está tudo dito!
Por muito que o patético presidente leonino tente enganar os adeptos com a verborreia a que já nos habituou, a verdade é só esta: o Sporting perdeu no Dragão por 2-0 num jogo em que a vitória portista foi justa e sem casos de arbitragem, depois empatou em Alvalade com o FC Porto para a Taça da Liga também num jogo sem casos de arbitragem e agora perdeu na Luz por 2-0 sem argumentos para culpar a arbitragem. Isto são factos!
O que irão inventar agora para disfarçar a mediocridade? A queda da cobertura, ou outro argumento ridículo como o do atraso de 2 minutos e 45 segundos? É lamentável que a Liga tenha dado o seu aval a este processo vergonhoso e desonesto que, como se comprova, não passa de uma artimanha para levar artificialmente uma equipa medíocre às meias-finais de uma competição. Veremos na próxima terça-feira se a FPF alinhará também com essa farsa.

P.S.- Imaginem se a queda das placas da cobertura tivesse acontecido no Dragão. Alguém acredita que o Burro de Caralho teria ficado caladinho como um rato, como agora ficou?

Sem comentários:

Enviar um comentário