segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Pequenez

Há muitos anos que eu não via o Benfica no Dragão a queimar tempo como ontem se viu, com os jogadores a atirarem-se para o chão e a forçar a entrada da equipa médica. Só na pretensa lesão do Luisão perdeu-se uns 4 ou 5 minutos de jogo, com o capitão encarnado a ser assistido a poucos metros da linha de fundo, com a total anuência do árbitro. Depois, ao ser substituído, foi a mancar até ao centro do campo, em vez de sair pelo caminho mais curto. Mas pior do que isso foi o que aconteceu já em tempo de descontos, quando Jesus procedeu à terceira substituição com o claro intuito de queimar mais uns segundos. Agir desta forma a poucos minutos do final da partida e a ganhar por 2-0 não é digno de um campeão, é atitude típica de uma equipa pequena.

Sem comentários:

Enviar um comentário