domingo, 11 de janeiro de 2015

O Benfica não vai ao colo, vai de andor!

No início do jogo com o Belenenses, a claque do Porto apresentou na bancada uma tarja gigante com uma mensagem que, fazendo lembrar José Maria Pedroto com a sua célebre expressão "roubos de igreja", traduz o sentimento actual dos adeptos portistas (e não só) perante os muitos erros de arbitragem que têm beneficiado sistematicamente o Benfica.
 A mensagem é clara e perfeitamente legítima face ao desenrolar dos acontecimentos ao longo desta época, mas peca, na minha opinião, por tardia e insuficiente. Saúda-se, ainda assim, a iniciativa que, esperamos, sirva para despertar as consciências, principalmente dos que gerem a arbitragem portuguesa.

P.S. Hoje, no Telejornal da RTP1, não foi feita a mais pequena referência a este acto da claque do Porto. Obviamente, não lhes interessa falar deste assunto.

Sem comentários:

Enviar um comentário