domingo, 29 de janeiro de 2017

A azia é mais difícil de disfarçar


Apesar das múltiplas razões de queixa das arbitragens que o FC Porto continua a ter nos seus jogos, os Dragões têm conseguido contornar as adversidades e encontrado o caminho para as vitórias, o que está a causar um visível mal-estar ao Polvo instalado no futebol português. Andam todos muito nervosos lá para as bandas da Capital do Império Ultramarino, e isso nota-se na forma como a imprensa lisboeta reage a quente logo após o término dos encontros. 

O penalty assinalado a favor do FC Porto foi UNANIMEMENTE considerado como bem assinalado por todos os analistas de arbitragem, mas o jornal Record veio imediatamente pôr em causa a legitimidade da decisão do juiz Manuel Oliveira, alegando que o avançado portista "cavou" a falta. Posteriormente, já depois de terem surgido as primeiras análises a frio (incluindo a de Marco Ferreira, que escreve precisamente para o Record), o artigo foi alterado, tendo sido substituída a palavra "cavou" por "ganhou". Tarde demais! Podem apagar as letras, mas a azia é mais difícil de disfarçar!

Sem comentários:

Enviar um comentário