sexta-feira, 12 de maio de 2017

Há recursos e recursos

O Sporting de Braga emitiu esta sexta-feira um comunicado em que dá conta da decisão do Conselho de Disciplina de anular o castigo ao seu jogador Inácio, que fora expulso no jogo com o Vitória de Guimarães B. Com base no relatório do árbitro, o defesa bracarense foi suspenso por dois jogos na sequência de uma pretensa agressão, mas o Conselho de Disciplina veio agora anular o castigo na sequência do recurso apresentado pelo clube arsenalista.

Não ponho em causa a justiça da decisão do CD, mas questiono-me sobre os seus fundamentos. Recorde-se que, no caso do Brahimi, nem os testemunhos de todos aqueles que assistiram in loco à situação foram suficientes para anular a acusação do 4º árbitro Tiago Antunes, acusação essa que não foi comprovada por nenhuma das imagens obtidas pelas várias câmaras televisivas presentes no local. Supondo-se assim que é preciso um motivo muito forte para que o Conselho de Disciplina contrarie a palavra de um árbitro, fico com curiosidade em saber o que poderá estar na base desta despenalização do jogador bracarense.

Sem comentários:

Enviar um comentário